Infra
Bic Banner

Balanço da Bairro Seguro mostra resultados positivos em todo o Estado

Fonte: Cuiabá 300
0
Views:
0

Profissionais de Segurança Pública e lideranças comunitárias reuniram-se na manhã desta sexta-feira (16.09) com o governador Pedro Taques para acompanhar a apresentação de um balanço das ações de combate à criminalidade em Mato Grosso em 2016.

O evento, realizado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública no salão Nobre Cloves Vettoratto, no Palácio Paiaguás, contou com a presença de representantes das 15 Regiões Integradas de Segurança Pública (RISPs) do Estado, além de presidentes de 15 Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs) da região metropolitana.

Em pauta estiveram os recentes resultados obtidos com a implantação da operação Bairro Seguro, estratégia de combate aos crimes de homicídio e roubo que tem como pilares a regionalização, a ação integrada entre as forças (Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Politec e Detran) e um amplo suporte dos serviços de Inteligência.

“Nós temos um modal que trouxe resultados expressivos em relação ao homicídio e que, mais recentemente, foi remodelado para ser capaz de trazer uma resposta em relação aos crimes de roubo. Ainda precisamos avançar muito, mas os números mostram que estamos na direção correta”, disse o secretário de Segurança Pública, Rogers Jarbas.

O levantamento mostrou que houve redução de homicídios em quase dois terços dos municípios polo do Estado, com destaques para Cuiabá (-19%), Alta Floresta (-38%), Sinop (-44%) e Vila Rica (-86%). No caso dos roubos, a maior parte dos polos de Risps também registrou redução, como Nova Mutum (-13%), Juína (-4%) e Cáceres (-13%).

Foram apreendidas 1.324 armas, sendo 402 apenas na região metropolitana. E o balanço da apreensão de drogas registrou quase seis toneladas, um aumento de 10% em relação ao ano passado. O número não inclui os 1.250 quilos apreendidos na quinta-feira (15.09) pela Polícia Militar em Cuiabá.

“Isso é fruto da ação integrada verdadeira, com canais técnicos de comunicação entre as forças, com informação que trafega de ponta a ponta. Hoje, a Derf de Cuiabá tem contato direto com os comandantes de batalhões da PM. É uma interação constante, não apenas no momento das operações”, disse o secretário.

O governador Pedro Taques elogiou os resultados e a atuação de cada força de segurança. “Eu quero agradecer e cumprimentar a cada profissional, pois quem faz segurança não é o governador. A mim cabe dar meios e modos para que vocês possam exercem suas funções. E, mesmo com dificuldades, vocês têm cumprido o seu dever”, disse.

Ao mencionar a inédita recomposição do efetivo implementada na atual gestão, com 3.550 novos profissionais de Segurança Pública, o governador ressaltou a necessidade de mais investimentos na pasta.

“Quando vejo um carro novo da PM nas ruas, eu fico muito contente. Mas não basta. É preciso jornada extraordinária, mais uniformes e armamento. É preciso melhorar muito a Politec, por exemplo”, afirmou.

A presença dos representantes dos Consegs no evento, segundo o governador, reforça um compromisso com as ações preventivas. “Nós precisamos entender que segurança pública não é só polícia. É também policia. E os conselhos atuam justamente com este foco”, disse.

Melhora

Os resultados da Bairro Seguro e os investimentos realizados pela atual gestão foram reconhecidos por representantes dos Consegs. O presidente do conselho da área central de Várzea Grande, Carlos Alberto Gonçalves disse que o atendimento às demandas comunitárias “melhorou muito”.

“Hoje somos muito bem atendidos. Hoje os conselhos têm acesso direto aos comandantes. A porta está sempre aberta. Isso é muito bom. Além disso, a população está vendo cada vez mais a presença da polícia, o que traz a sensação de segurança”, afirmou.

O diretor executivo da Federação dos Conselhos Comunitários de Segurança Pública de Mato Grosso (Feconseg), Danillo Correa de Moraes disse que a atual gestão “resgatou a identidade da Segurança Pública junto à população”.

“Desde a entrada do governador Pedro Taques, sentimos que a área de segurança pública passou por uma mudança, dando a ela uma nova roupagem, que vai do aumento de efetivo até a troca de viaturas e equipamentos. Houve sim uma transformação, desde a capital até o pequeno município”, avaliou.

Infra
Bic Banner