Infra
Bic Banner

CEF garante empréstimo de R$ 800 milhões após fim de impasse em MT

Fonte: Folhamax
0
Views:
64

O vice-presidente de Governo da Caixa Econômica, Roberto Derziê de Sant'Anna, afirmou que o empréstimo de R$ 800 milhões para concluir as obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) está garantido para o Estado. Os procedimentos para a autorização do empréstimo, porém, seguem suspensos, em razão de os Ministérios Públicos Estadual e Federal terem emitido parecer contrário ao acordo que foi firmado entre o Governo e o Consórcio VLT para retomar as obras.

O empréstimo de R$ 800 milhões para a conclusão do VLT foi encaminhado pelo Governo ao Legislativo estadual em meados de maio. O item, porém, foi duramente criticado pela oposição, que classificou a proposta como “absurda”, em razão das dívidas na saúde estadual que dificultam os atendimentos em Hospitais Regionais.

Em 31 de maio, os Ministérios Públicos Federal e Estadual emitiram parecer contrário ao acordo firmado entre o Governo Estado e o Consórcio VLT para a retomada da obra. Conforme o contrato, o Estado terá de pagar mais de R$ 922 milhões para a conclusão do modal em 24 meses.

A procuradora da República Bianca Britto de Araújo apontou que o valor não bate com o montante apontado pela perícia realizada pelo MPE. Desta forma, a retomada das obras foi suspensa e todos os trâmites referentes a ela, incluindo o pedido de empréstimo encaminhado ao Legislativo.

Para o vice-presidente de Governo da Caixa Econômica, Roberto Derziê de Sant'Anna, logo que os imbróglios referentes ao VLT forem sanados, o empréstimo, que deve ser feito por meio da Caixa Econômica, está assegurado. “O governo de Mato Grosso vem se empenhando em fazer com que as obras sejam retomadas e procurou a Caixa Econômica, que tem todo interesse em fazer esse apoio financeiro. É uma obra muito importante para a população de Cuiabá e para o Brasil inteiro, porque é um legado que fica para a história. A gente está, sim, trabalhando com o propósito fazer essa operação”, declarou, em entrevista ao programa Resumo do Dia, da TBO, na terça-feira (11).

Ele elogiou a postura do Estado em relação ao VLT e comentou que a Caixa Econômica irá aguardar o fim dos imbróglios referentes ao tema. “O Estado está fazendo seu papel, desentranhando toda a questão junto à parte judiciária, de procuradoria. Em seguida vai sair uma Lei estadual e vamos submeter à Caixa. A gente, com certeza, vai ter um bom encaminhamento”, disse.

Sant'Anna mencionou que manteve diálogos com o governador Pedro Taques (PSDB) sobre o empréstimo. “Foram demandados R$ 800 milhões, que seria uma linha de crédito aberta à disposição do Governo de Mato Grosso. Tenho conversado com o governador Pedro Taques, que tem se colocado à disposição para auxiliar na construção de todas as variáveis de garantia, para que a operação seja concretizada com sucesso”, pontuou.

O representante da Caixa Econômica Federal ainda afirmou que não deve haver entraves na instituição bancária para que Mato Grosso obtenha o empréstimo. "O Estado tem uma capacidade de pagamento bem sólida e garantias constituídas. Com o fundo de participação do Estado, acredito que tudo transcorrerá bem. Basta a gente ter uma boa avaliação, na capacidade de pagamento e avaliação positiva do risco de crédito”, relatou.

 

Infra
Bic Banner