[pro_ad_display_adzone id="9377"]

Cuiabá-Chapada tem desvio para obra de duplicação

Fonte: Folhamax
0

Um desvio foi implantado ao longo das obras de duplicação da Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), que liga a Capital à cidade de Chapada dos Guimarães, para dar continuidade à execução de uma das quatro rotatórias previstas no projeto neste trecho.

A intervenção está localizada um pouco depois da entrada do bairro Jardim Florianópolis e deve ser finalizada nos próximos dias. As obras fazem parte do programa Pró-Estradas, do Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra).

O novo desvio de 10,5 metros passa pelo lado esquerdo da pista para quem trafega de Cuiabá à Chapada. O objetivo da intervenção é cortar o asfalto já existente para a implantação do bueiro que será instalado abaixo da rotatória.

Placas de desvio, cones e faixa de tráfego contínuo para dividir a mão dupla do trânsito sinalizam o trecho em obras, para orientar motoristas que transitam no local. É importante destacar que os usuários redobrem a atenção e diminuam a velocidade ao passar pela extensão, que deve ser normalizada nos próximos dias.

O mesmo processo será executado também na rotatória prevista para ser instalada próxima a confluência da rodovia Helder Cândia (MT-010) e, em seguida, na rotatória localizada no trevo de acesso ao bairro Jardim Vitória (Fundação Bradesco). A expectativa é que as execuções sejam feitas nas próximas semanas.

Duplicação da MT-251

Uma das mais importantes obras lançadas pela atual gestão, a duplicação da rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251) faz parte do programa Pró-Estradas / Vale do Rio Cuiabá. A obra compreende a 3,6 quilômetros de extensão, que vai do entroncamento da rodovia Helder Cândia (MT-010) ao trevo de acesso ao bairro Jardim Vitória (Fundação Bradesco).

Devido às obras, é destacado que a velocidade permitida ao longo do trecho em obra é de no máximo 40 Km/h. Esta parte da rodovia conta com sinalizações provisórias para indicar que cautela deve ser redobrada.

Recentemente, a Sinfra, pasta responsável pelas obras de duplicação, informou que mais de 40% da intervenção foi concluída. Segundo o órgão, os trabalhos no canteiro de obra avançam normalmente, dentro do cronograma de entrega previsto para dezembro de 2017.

A duplicação não é a única obra na rodovia MT-251. No trecho de 12 km entre a saída da cidade de Chapada dos Guimarães e a Cachoeirinha, o asfalto vem sendo reconstruído, diminuindo o número de buracos visando aumentar a segurança dos usuários.

Em janeiro de 2016, o governador Pedro Taques entregou os 10 primeiros quilômetros da reconstrução da Estrada da Chapada. Do trevo de acesso ao Lago do Manso ao Balneário Mutuca, a rodovia ganhou sinalização, asfalto novo com sete centímetros de espessura e pista com nove metros de largura, incluindo a faixa de segurança.

Pró-Estradas

As obras ao longo da MT-251 fazem parte do Pró-Estradas/Vale do Rio Cuiabá, que possui 66 obras que serão executadas pela Secretaria de Infraestrutura e Logística (Sinfra) ao custo superior a R$ 1 bilhão oriundos de diversas fontes de recursos, como BNDES, Fethab e do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Turismo (Prodeustur), cujos projetos são elaborados e geridos pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec).

[pro_ad_display_adzone id="9377"]