Infra
Bic Banner

Cuiabá sedia a I Feira do Programa do Artesanato Mato-grossense

Fonte: Da Redação
0
Views:
1

Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Assembleia Legislativa de Mato Grosso e Prefeitura de Cuiabá se unem para realizar a I Feira do Programa do Artesanato Mato-grossense na Orla do Porto. O evento acontece entre os dias 11 e 14 deste mês, das 17h às 23h. Uma oportunidade para a população visitar o espaço e conhecer o trabalho de diversos artesãos.

Nesta edição serão cerca de 50 deles envolvidos, sendo 40 diretamente e outros indiretos, que são aqueles que não podem ir, mas estão sendo representados, sendo de vários municípios, como Chapada dos Guimarães, Poconé, Barra do Bugres, Cuiabá e Várzea Grande. A iniciativa marca uma série de 9 edições que serão programadas em diferentes regiões do Estado.

“O artesanato itinerante representa um estímulo, uma forma de fomentar as artes e consequentemente apoiar o artesão e levar sua produção, seu talento para diferentes municípios, em eventos culturais onde há concentração de pessoas.  Não temos dúvidas que será proveitoso, eventos anteriores comprovam o resultado, as vendas deste segmento aumentam”, frisou o secretário adjunto de Empreendedorismo e Investimento da Sedec, Leopoldo Mendonça.

A ideia é inserir o artesanato em eventos culturais, onde a população possa prestigiar a programação, ver e adquirir os produtos de artesanato e trabalhos manuais. Segundo Leopoldo, trata-se de uma oportunidade que proporciona a interação e divulgação do artesanato produzido em diferentes municípios, com estilos e habilidades que se consagram. Ou seja, uma oportunidade de conhecer a realidade existente no Estado.

E os artesãos sabem da importância da Feira na Orla do Porto. “É ótima. Expor na Orla do Porto é uma realização para nós artesãos, pois dependemos da abertura de espaços para movimentar a renda”, revelou Sandra Regina, que trabalha utilizando a cabaça como matéria prima.

Na Orla do Porto, especificamente num cenário de casarões antigos, Sandra vai expor algumas de suas peças como móbiles, porta chaves e porta papel toalha, galinhas e outros, tudo de cabaças.  São itens que dividirão espaço com outros atrativos, uma variedade de trabalhos que reúne, de natureza indígena, madeira, cerâmica e tecelagem.

O evento é uma realização da Sedec em parceria com a Assembleia Legislativa e a Prefeitura de Cuiabá, que cedeu o espaço. Os municípios que receberão as próximas edições estão sendo confirmados, entre eles Cáceres, Barra do Garças, Jaciara e Várzea Grande.

“Queremos agradecer o envolvimento de todos, que entenderam o objetivo do projeto, em especial aos deputados que ao serem procurados atenderam prontamente nossa solicitação, possibilitando expandir a proposta”, disse Leopoldo Mendonça.      

Exemplo

A artesã Sandra Regina, assim como outros artesãos, é um exemplo de superação. Ela iniciou na atividade há quatro anos, por necessidade. Com problemas de saúde, não pode trabalhar fora de casa, mas precisava ajudar na renda familiar. Com influência de uma amiga que apresentou os trabalhos com cabaça, ela gostou, sentiu-se estimulada e não teve dúvidas, aprendeu o trabalho.

“O que ganho é rateado para o sustento da família, que inclui filhos e netos”, destacou a artesã.

A expectativa é de que a Feira na Orla seja bem acolhida pela população, o que, segundo Sandra, poderá fomentar outras exposições do tipo no local.

Infra
Bic Banner