Transporte

Cuiabá será primeira capital a receber selo de Alimentação Consciente

Fonte: Da Redação
0
Views:
0

Cuiabá será a primeira capital brasileira a receber o selo de Alimentação Consciente, conferido pela ONG Alimentação Consciente Brasil aos municípios comprometidos a estabelecer um cardápio mais saudável e sustentável em unidades vinculadas ao poder público municipal. Dentre as mudanças a serem adotadas, a instituição recomenda a substituição de 20% da carne e derivados de origem animal, por outras fontes de alimentos vegetais nas instituições geridas pelas secretariais municipais de Assistência Social e Desenvolvimento Humano e de Educação.

Fundamentados pelas maiores autoridades mundiais atreladas ao meio ambiente e à saúde da população, como a Organização das Nações Unidas, as indicações visam conferir uma melhor qualidade de vida para os munícipes que usufruem de alguns serviços ofertados pela Capital. Dentre os espaços a serem impactados pela mudança na alimentação, estão os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), albergues, escolas municipais, creches e CMEIs. Para o prefeito Emanuel Pinheiro, cuidar do bem-estar do cidadão cuiabano implica também em adotar medidas que permitam sua longevidade.

“Este é um compromisso sério que o poder público precisa adotar, prezando por uma população que sinta os reflexos de uma boa qualidade de vida em todos os âmbitos, principalmente em sua saúde alimentar. A ONG possui um papel crucial em nosso país, que consiste em levar entendimento e alternativas viáveis e econômicas aos municípios, orientando os gestores a conduzir a sociedade para caminhos mais promissores. Com essas diretrizes coordenadas pela entidade, certamente seremos capazes de construir uma cidade cada vez melhor, com um povo capaz de ter uma vida mais equilibrada e balanceada”, revelou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Sem fins lucrativos, o programa Alimentação Consciente Brasil trabalha para criar um sistema de alimentação saudável e sustentável. Com profissionais de diversos setores ligados à área alimentícia, a iniciativa busca incorporar cardápios diferenciados, com opções nutritivas que não incluam carne.

“Segundo a ONU, o atual modelo de criação de animais e produtos derivados para consumo é responsável por alguns dos grandes problemas ambientais hoje enfrentados, além de contribuir significativamente para o surgimento de doenças cardiovasculares. Promover uma alimentação saudável composta por grãos, cereais, frutas e hortaliças ajuda a minimizar graves problemas como a obesidade, num país onde atualmente 52,5% da população se encontra neste estado. Além disso, a adoção desta medida estimula a consciência ambiental e nutricional do município, uma vez que a redução do consumo promove benefício significativos para o meio ambiente”, concluiu Mariana Vidotto, coordenadora de Políticas Alimentares da organização.

A Prefeitura de Cuiabá receberá o selo de Alimentação Consciente no prazo de um mês, junto à inauguração da primeira unidade de ensino onde o programa será implantado.

Transporte