[pro_ad_display_adzone id="9377"]

Em TV norte-americana, Emanuel expõe potencial de Cuiabá

Fonte: Da Redação
0

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, concedeu nessa quarta-feira (16) uma entrevista exclusiva ao programa VejaTV, da Broadcast Television. Apresentado pela jornalista Cristina Natividade, o programa de notícias é produzido especialmente para a comunidade brasileira que reside nos Estados Unidos. Na ocasião, Emanuel pode explanar aos telespectadores sobre as ações que tem desenvolvido durante sua estadia no país norte-americano.

Emanuel aproveitou a oportunidade para destacar que sua viagem para o exterior tem como foco uma intensa agenda, visando principalmente uma busca por investimentos e a propagação da Cuiabá dos 300 anos a nível mundial. Ele ressalta ainda que o intercâmbio é uma importante ferramenta para o desenvolvimento de uma relação bilateral com os Estados Unidos, firmando parcerias no aspecto cultural, econômico e social.

"Cuiabá tem um potencial enorme. É uma cidade exuberante, com uma cultura fortíssima. Além disso, possuímos uma gastronomia irresistível e uma economia em ascensão. É uma cidade calorosa nos dois aspectos, no clima, e também na característica do cuiabano, que é hospitaleiro. Estamos muito satisfeitos com essa agenda, que se iniciou nesta semana, e temos a certeza que irá se fechar muito bem ao longo desses dias”, comentou.  

Organizações das Nações Unidas

Emanuel contou sobre sua visita na ONU, onde deu encaminhamento para uma parceria visando a inclusão das ações dos 300 anos da Capital no calendário oficial da organização. Nesta agenda, o prefeito pode apresentar as riquezas cuiabanas para a presidente do Portugueses Languege Institute da ONU, Rosely Saad, para a presidente do United Nations Staff Recreation Council, Tainá Glaudia, e também para o diretor de Eventos Especiais, Gordan Framer.

“Com o apoio das Nações Unidas, queremos propagar a cultura e arte cuiabana. Existe um orgulho e uma identidade cultural muito forte construído ao longo dos 300 anos. Queremos aproveitar esse momento e trazer para cá seminários, simpósios, acontecimentos que possam discutir, por exemplo, a população indígena, o meio ambiente, a arte. São momentos que queremos criar para divulgar para todas as nações a força da nossa cultura”, disse.

Encontro na Câmara de Comércio

O prefeito falou também sobre a reunião que teve com representantes da Câmara do Comércio Brasil-EUA, no intuito de discutir formas de investimento de fomentação da economia cuiabana. “Queremos aguçar a atenção e o interesse dos norte-americanos para investir em Cuiabá. Dessa reunião saiu o primeiro encaminhamento, que será um novo encontro, no próximo ano, entre o setor produtivo cuiabano e o norte-americano”, contou.

Consulado

Outro ponto da agenda oficial explanado pelo gestor do Município foi a visita institucional no Consulado-Geral do Brasil, em Nova Iorque, onde foi recebido pela cônsul-geral do Brasil, Ana Lucy Cabral Petersen, com o objetivo de envolver o corpo diplomático que atua no exterior na divulgação das ações dos 300 anos da cidade.

“Foi mais um ato importante, onde o prefeito da capital de Mato Grosso solicitou o apoio institucional da nossa casa aqui nos Estados Unidos, para que pudesse nos auxiliar nesses encaminhamentos aqui em Nova Iorque, visando propagar a nossa Capital e abrir as portas para o mundo. Tivemos esse apoio e vamos dar sequência a essa articulação diplomática em Brasília”, explicou.

PNUD

Por último, Emanuel relatou também sobre seu segundo encontro na Organização das Nações Unidas. Na oportunidade, o prefeito se reuniu com o diretor do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento Humano (PNUD), Thangavel Palanivel, para debater a adesão, por parte de Cuiabá, ao programa que auxilia na melhoria do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) em todo o mundo.

“A reunião foi pautada nos três critérios estabelecidos pelo programa, que são a educação, renda e longevidade, ou seja, expectativa de vida. Vou mergulhar nessa questão, para avançarmos nessa parceria e abrirmos os encaminhamentos para que Cuiabá possa ter os avanços necessários no desenvolvimento. Quero ao final da gestão olhar para trás e poder dizer que valeu apena, pois entrego uma cidade muito melhor para se viver. O maior legado que eu quero deixar, ao final da minha gestão, é um avanço significativo nos indicadores do IDH município”, finalizou Emanuel Pinheiro. 

[pro_ad_display_adzone id="9377"]