Infra
Bic Banner

Emanuel: ‘experiência consolida convicção de que o VLT é possível’

Fonte: Midianews
0
Views:
3

Candidato a prefeito de Cuiabá, o deputado Emanuel Pinheiro (PMDB) disse que sua viagem ao Rio de Janeiro, nesta semana, serviu para reforçar a ideia de que a Prefeitura tem condições de assumir as obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), se tiver a participação da iniciativa privada.

Na viagem, o peemedebista gravou cenas do funcionamento do modal, com o prefeito da cidade, Eduardo Paes (PMDB), e com a população carioca.

“Foi uma visita com intuito de conhecer a implantação do sistema, que é uma vitrine para o Brasil e para o mundo, entender seu funcionamento, que tem um sistema muito parecido com o de Cuiabá”, disse Emanuel ao MidiaNews.

“Me reuni com técnicos, andei de VLT e ouvi as pessoas para absorver o sentimento da população carioca. Conversei com o prefeito, com sua equipe, peguei depoimentos deles. Essa experiência consolida a minha convicção de que o VLT é possível. E vamos assumir esse compromisso caso o Governo continue com essa má vontade”, afirmou.

Segundo Emanuel, o modal de transporte instalado no Rio é um “grande sucesso”.

O prefeito Eduardo Paes está com um sentimento de dever cumprido. Porque ninguém acreditava. Ele foi muito atacado
Levantamento da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio (Cdurp) aponta que mais de 90% das obras estão concluídas.

“Senti da população uma euforia, uma autoestima elevada. Conversei com muita gente, presenciei muitos chamando namorados, amigos, familiares, para dar uma volta de VLT. Para o carioca, é uma novidade e senti a autoestima deles lá em cima”, disse.

“E o prefeito Eduardo Paes está com um sentimento de dever cumprido. Porque ninguém acreditava. Ele foi muito atacado. Falavam que era uma loucura, que a Prefeitura não tinha condições, que tinha que envolver Estado e União. E, no entanto, ele se associou a iniciativa privada, com empresas responsáveis e o sonho se tornou realidade”, afirmou.

Toda a filmagem será exibida em seu programa eleitoral, que começa nesta sexta-feira (26).

“Isso precisa ser discutido com a população. Demonizou-se muito o VLT, tentando jogar a população contra o modal. Existe uma barreira grande que precisa ser esclarecida. Vamos mostrar que o Governo do Estado não está cumprindo o seu papel”, disse.

“Não concebo, como candidato a prefeito de Cuiabá, que o VLT não seja colocado na ordem do dia dos debates. Temos que dar um destino a essas obras”, completou.

Vontade política

O candidato do PMDB disse estar satisfeito com o fato de ter tornado o VLT uma pauta das eleições deste ano.

Ele acredita que basta apenas vontade política para a obra ser retomada e concluída.

“Jamais, como gestor sensível que serei, viraria as costas e faria vistas grossas, em meio a um sistema que está aí rasgando as duas principais vias da minha cidade. O que defendo é que o candidato a prefeito de Cuiabá e Várzea Grande não seja insensível e se omita em relação a esse assunto”, afirmou.

Adversários

Emanuel ainda rebateu as declarações de seu adversário na disputa, Julier Sebastião (PDT), que classificou como “galhofa” a proposta da Prefeitura assumir o VLT.

“Essa declaração do candidato Julier só demonstra seu desconhecimento sobre o assunto”, resumiu.

Já sobre Wilson Santos (PSDB), Emanuel ressaltou as diversas declarações contrárias ao VLT e disse que sua possível gestão será “a vontade de Pedro Taques”.

“A candidatura do meu adversário Wilson Santos representa o sentimento do governador. Ele é o candidato chapa-branca, o candidato do governo. Então, o futuro do VLT e de uma série de outras ações em Cuiabá estão estampados em cada entrevista do governador”, afirmou.

Infra
Bic Banner