Transporte

Embaixada dos Estados Unidos conhece trabalho desenvolvido pelo Governo do Estado

Fonte:
0
Views:
0

Com o objetivo de fortalecer o trabalho de cooperação com outros países, o Governo de Mato Grosso recebeu, nesta segunda-feira (24.10), a chefe-adjunta da sessão de economia da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, Naomi Fellows. No encontro, a representante americana pôde conhecer mais sobre o trabalho econômico e social desenvolvido pelo Estado.

“Vim conhecer o estado de Mato Grosso, saber das políticas, dos desafios e as mudanças que foram implantadas recentemente e o resultado delas. É uma oportunidade de falar com o Governo e com representantes da iniciativa privada em Cuiabá, e conhecer a realidade”, disse.

Segundo ela, a visita foi fundamental porque, de Brasília (DF), o conhecimento fica restrito ao que se noticia em nível federal. “A economia de um estado não vai avançar se ele não é bem administrado. Para entender a realidade econômica, é preciso entender tudo, até mesmo saúde e educação para saber como eles poderão contribuir com a economia”, afirmou.

No encontro, promovido na sede do Gabinete de Transparência e Combate à Corrupção (GTCC), o secretário de Estado de Saúde, João Batista Pereira da Silva, explicou as ações que o Executivo Estadual tem desenvolvido no setor. Segundo ele, nos últimos anos foram priorizadas as ações da alta complexidade, que é mais cara e menos eficiente. Ressaltou, ainda, que a atual gestão busca mudar essa lógica com mais investimentos em saúde básica.

Outro enfrentamento elencado pelo gestor é quanto à judicialização da saúde, já que em 2014, o Estado desembolsou R$ 100 milhões, enquanto neste ano o desembolso foi de pouco mais de R$ 10 milhões.

A secretária de Estado do Gabinete de Transparência e Combate à Corrupção, Adriana Vandoni, destacou que a atual gestão foi eleita com o compromisso de dar transparência ao Executivo e combater casos de corrupção. Lembrou que o Estado avançou e é considerado um dos melhores em transparência pública.

Medidas anticorrupção

Com relação ao combate à corrupção, a secretária frisou que o Estado incluiu em todos os contratos uma cláusula anticorrupção, que prevê a quebra do convênio em casos de envolvimento com corrupção no serviço público. “Pedimos para que o Ministério da Justiça dos Estados Unidos seja incluído no rol de investimento para capacitação no exterior na área de prevenção e combate à corrupção”, disse Adriana Vandoni.

Ela considerou também que o apoio dos norte-americanos ao GTCC será de grande valia porque a iniciativa de criação do gabinete leva em conta o trabalho desenvolvido na iniciativa privada. Vandoni lembrou que a lei anticorrupção dos Estados Unidos é mais antiga e a punição mais rigorosa e efetiva.

Já na educação, o secretário-adjunto Tulio Cesar da Fonseca Turibio apresentou o número de alunos que compõem a rede estadual e um diagnóstico das 756 escolas. Segundo ele, o Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc), trabalha para lançar o programa Pró-Escola, que funcionará em três eixos: Ensino, Infraestrutura e Tecnologia. 

Responsável pela articulação internacional do Governo de Mato Grosso, a assessora especial do Gabinete de Governo, Rita Chiletto, comentou que Mato Grosso tem muito a ganhar em uma possível parceria com os Estados Unidos. “Nossa expectativa é mostrar que Mato Grosso está pronto, que tem profissionais qualificados para implementar ações e trazer parcerias, assim como fazemos em outras áreas”, comentou.

Além dos Estados Unidos, Mato Grosso recebeu, na semana passada, representantes do Canadá que pretendem os laços com o estado na elaboração de um programa de intercâmbio.  

Transporte