[pro_ad_display_adzone id="9377"]

Governador e presidente do BB debatem investimentos em MT

Fonte:
0

O governador Pedro Taques recebeu nesta terça-feira (29.11) o presidente do Banco do Brasil, Paulo Caffareli. No encontro, os dois debateram os investimentos em infraestrutura do Estado que são realizados com empréstimos tomados junto à maior instituição financeira do país.

O secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte, apresentou um panorama das obras já realizadas pelo programa Pró-Estradas. Parte dos recursos usados nas obras são frutos de empréstimos operacionalizados pelo Banco do Brasil e compreendem um total de R$ 1,5 bilhão, do antigo programa Mato Grosso Integrado, hoje Pró-Estradas Construção. Ao todo, o Estado já pavimentou pouco mais de 1.300 quilômetros, sendo 678,8 quilômetros de asfalto novo e 623 quilômetros de reconstrução.

Além disso, o Governo de Mato Grosso trabalha pela liberação de mais R$ 600 milhões, o que deve acontecer nos próximos dias. Sendo que, deste total, R$ 470 milhões são para construção de pontes de concreto, em substituição as de madeiras e outros R$ 130 milhões são para reconstrução de trechos danificados.

O governador Pedro Taques destacou que a visita do presidente do Banco do Brasil ao estado é muito significativa pela relação histórica que o Estado tem com a instituição. “Mato Grosso tem uma relação histórica com o Banco do Brasil, nós chegamos até este momento graças à ajuda do banco. Queremos crer que a instituição estará conosco nessa caminhada. O que nos trouxe até aqui não é o que vai nos levar para frente, precisamos industrializar e verticalizar a nossa produção. Para isso, precisamos de infraestrutura”, afirmou.   

O presidente do banco ressaltou os números da economia de Mato Grosso e lembrou que a instituição financeira é a que mais contribui para o financiamento do agronegócio no estado. Hoje, o banco trabalha com mais de três milhões de empresas. “O Banco do Brasil é parceiro do Estado há muito tempo, quero reforçar o papel que Mato Grosso vem desenvolvendo na economia, principalmente no agronegócio, que é motivo de muito orgulho pra nós”, disse.

Segundo Paulo Caffareli, o banco pretende evoluir nos investimentos em infraestrutura. “Eu não tenho dúvida de que Mato Grosso será muito beneficiado nisso, justamente pelo trabalho que se tem pela necessidade de uma boa logística aqui para atender o mercado interno e também o mercado internacional”, ressaltou. 

Também participaram da reunião, o secretário de Estado de Cidades, Wilson Santos; o vice-presidente de governo do Banco do Brasil, Júlio Cezar Alves de Oliveira; o gerente-geral do Banco do Brasil em Mato Grosso, Whelen Leite e o superintendente estadual do banco, Sotero Sierra.

[pro_ad_display_adzone id="9377"]