Infra
Bic Banner

Ministro da Saúde anuncia R$ 76,6 milhões para Mato Grosso

Fonte: Midianews
0
Views:
0

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciou nesta quinta-feira (19), durante visita a Cuiabá, o investimento de R$ 76,6 milhões para a manutenção e custeio dos serviços hospitalares e ambulatoriais em Mato Grosso.

Além disso, também foram disponibilizadas quatro ambulâncias para reforçar a frota do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) nos municípios de Campo Verde, Jaciara, Juína e Rondonópolis.

“Nós estamos nessa parceria com os Estados e municípios, buscando a melhor solução para o Sistema Único de Saúde (SUS). O presidente Michel Temer tem determinado a ida aos Estados para conhecer a realidade e, neste momento de dificuldade fiscal, temos que concentrar esforços no que é prioritário”, afirmou.

Pela manhã, o ministro visitou uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no Bairro Ipase, em Várzea Grande; as obras para construção do novo Hospital e Pronto-Socorro de Cuiabá, no bairro Ribeirão do Lipa; a atual unidade do Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá; e as obras do novo Hospital Universitário Júlio Müller.

Dos R$ 76,6 milhões liberados para Mato Grosso por meio de emendas parlamentares e Governo Federal, R$ 8,7 milhões beneficiam serviços como leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e Samu, voltados para os atendimentos de urgência e emergência e atendimentos de média e alta complexidade. Para a UPA de Várzea Grande, foi liberado custeio anual no valor de R$ R$ 3,9 milhões.

“A UPA está muito bem estruturada com profissionais comprometidos, que é o fundamental. As instalações nada valem se não tivermos pessoas comprometidas com o acolhimento e atendimento humanizado”, afirmou o ministro da Saúde.

O governador Pedro Taques destacou a importância do credenciamento do Ministério da Saúde no acompanhamento das obras e a preocupação do Estado em ampliar o trabalho em rede nos Hospitais Regionais.

“Sem a União Federal e sem o Governo do Estado, os municípios não conseguirão resolver o problema da Saúde. Há 31 anos não se construía um hospital público em Cuiabá. Mato Grosso hoje tem sete hospitais regionais e 51 hospitais municipais. Estamos trabalhando isso como uma rede e fortalecendo o atendimento do Hospital Metropolitano de Várzea Grande, para que ele possa ser transformado em um hospital regional do Vale do Rio Cuiabá e tocar melhor o atendimento na UPA e Pronto-Socorro”, assegurou o governador.  

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro e a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos, também acompanharam a visita.

“O Governo de Mato Grosso tem sido parceiro na construção do novo Pronto-Socorro e temos certeza que iremos universalizar o apoio do Governo Federal nesta obra que é um sonho da população cuiabana e da nossa gestão”, disse Emanuel Pinheiro.

A agenda do ministro foi encerrada com uma reunião prefeitos e gestores no Conselho Regional de Medicina (CRM-MT), onde ministrou a palestra “Reflexão sobre as ações de saúde”.

Infra
Bic Banner