Transporte

Nova ponte entre Cuiabá e VG está no pacote de investimentos de R$ 600 milhões

Fonte: Redação/O Documento
0

O secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte, apresentou mais informações sobre as operações de crédito que garantiram R$ 600 milhões para o Governo de Mato Grosso. Desde montante, R$ 470 milhões são para construção de pontes de concreto e mais R$ 130 milhões para pavimentação e reconstrução de rodovias. Duarte confirmou, nesta sexta-feira (05.05), que as obras devem começar a ser executadas ainda neste ano.

“Realmente foi uma alegria muito grande a concretização destas duas operações de crédito, que a gente vinha lutando para conseguir”, afirmou o secretário, em entrevista à rádio Capital FM. “A grande maioria dos projetos de pavimentação que estamos executando hoje não contempla pontes de concreto. Então, essa notícia das pontes vem ótima hora”, completou.

As obras fazem parte do Pró-Concreto, que será o maior programa de substituição de pontes da história de Mato Grosso. O financiamento será de 20 anos. Os R$ 470 milhões serão repassados para o Estado em três parcelas. O secretário explicou também que houve uma significativa economia de recursos, com a reavaliação da real necessidade de construção de pontes.

“A gente conseguiu avaliar previamente que 40 pontes que estavam na antiga lista já podem ser transformadas em bueiros, que custa uma fração do preço. Com isso, vamos economizar bastante”, afirmou.

Marcelo Duarte adiantou, ainda, que o Governo do Estado pretende construir uma grande ponte de concreto sobre o Rio Cuiabá, conectando a região do bairro Parque Atalaia (Coxipó) ao município de Várzea Grande, facilitando o acesso ao Aeroporto Marechal Rondon. Outra também deve ser construída sobre o Rio Vermelho, na rua W-11 ligando à BR-364, em Rondonópolis (214 km ao Sul de Cuiabá).

Já os R$ 130 milhões da segunda operação de crédito serão destinados para pavimentação e reconstrução de rodovias. Entre as obras, o Governo espera pavimentar a MT-322, no trecho entre Matupá e o distrito de União do Note, além da rodovia entre Araputanga e Reserva do Cabaçal, a MT-388, em Campos de Júlio, e os primeiros quilômetros da Estrada do Matão (MT-473), em Pontes e Lacerda.

Quanto à reconstrução, a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) deve recuperar, por exemplo, o trecho da MT-010, entre o Rodoanel e o Distrito da Guia. Este é o último trecho que falta recuperar nesta rodovia, uma vez que os primeiros 4,9 km estão sendo duplicados e mais de 90 km até Rosário Oeste já foram revitalizados. 

Transporte