[pro_ad_display_adzone id="9377"]

Obras no COT do Pari só serão retomadas quatro anos após a Copa do Mundo

Fonte:
0

Ser o palco de treinamento das seleções que vierem para Cuiabá disputar as suas partidas da Copa do Mundo de 2014. Este era o objetivo do Centro Oficial de Treinamento (COT) do Pari, localizado em Várzea Grande. Porém, quase quatro anos após o Mundial, as obras seguem paralisadas e só serão retomadas em 2018, ano que em que o torneio entra em mais uma edição, só que desta vez na Rússia, a mais de 11 mil quilômetros da capital mato-grossense.

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Cidades (Secid), o COT do Pari não será retomada este ano e ficou para 2018. O projeto estará dentro do orçamento. Segundo o secretário da pasta, Wilson Santos (PSDB), o governador Pedro Taques (PSDB) não quer deixar nenhuma das obras sem retomada até o fim do mandato.

Para que o projeto tenha continuidade no ano que vem, está sendo realizado um ensaio no local do que a obra tem hoje e o que foi retirado. A Engeglobal, responsável pela obra, retirou alguns dos materiais para evitar furtos, o que já aconteceu em algumas ocasiões.

Ficou definido que o local será transformado em uma unidade de treinamento e capacitação para a área de segurança pública. “Porém, após várias conversas, definimos que o COT Rubens de Souza será também um espaço para utilização do time Operário”, revelou Wilson Santos.

Logo após ter assumido a Secretaria das Cidades, em novembro de 2016, Wilson Santos solicitou ao consórcio responsável pela obra que contratasse seguranças para resguardar o complexo e barrar ações de depredação e vandalismo.

Projeto

A obra do Centro Oficial de Treinamento Rubens dos Santos está orçada em R$ 31,7 milhões e mais de R$ 21 milhões já foram repassados ao Consórcio Barra do Pari, que tem como líder a empresa Engeglobal. Cerca de 70% estão concluídos.

Fonte: Olhar Direto

[pro_ad_display_adzone id="9377"]