Transporte

Olodum contagia mais de 30 mil pessoas na Orla do Porto

Fonte: Cuiabá 300
0
Views:
2

O tradicional grupo de axé Olodum agitou mais de 30 mil pessoas neste sábado (26), e fechou com "chave de ouro" o segundo dia do Carnaval municipal, sem nehuma ocorrecência policial. Cantando ao lado do Rio Cuiabá, na Orla do Porto – um dos principais cartões postais da Capital -, a banda celebrou a brasilidade cultural ao som de algumas das canções de maior sucesso do ritmo baiano.  

"É uma festa linda, que traz o melhor do axé e do carnaval de Salvador para este marco histórico-cultural de Cuiabá. Estamos muito felizes pelo Olodum ter aceitado este convite para celebrar esse momento tão único e o sucesso desta noite prova o quão bem recebido foi o Carnaval municipal. Além de ser contagiante, temos aqui uma folia segura e muito bem organizada, que já prepara nossa Capital para os seus 300 anos", afirmou Junior Leite, secretário-adjunto de Cultura.

Para o Olodum, se apresentar no carnaval cuiabano é uma experiência realizadora e muito especial, uma vez que marca o retorno do grupo à cidade após um hiato de 15 anos se tocar na Capital. Segundo Matheus Vidal, um dos vocalistas, a expectativa era muito grande.

"Estávamos muito ansiosos para compartilhar a energia de Salvador com esse povo tão alegre e receptivo. Cuiabá é uma cidade maravilhosa, organizada e estamos felizes demais por viver esse momento tão particular, que já anuncia os 300 anos da Capital, que virão em 2019. Nosso batuque veio para agitar essa terra, pois o Olodum é muito mais que uma grupo de axé, é a música brasileira que tem levado animação e alegria para todo o país", contou.

E em se tratando de ritmo, o músico Lazinho pontuou sobre o impacto da tradicional batida do Olodum, que encanta o público há mais de 30 anos. "A força dos tamborins levanta o astral de qualquer um. Independente de onde estamos, nosso axé não deixa ninguém ficar parado. Cada show que fazemos é especial, tem um valor imensurável para nós. E hoje, nós viemos trazer nosso melhor para esse povo que tem uma cultura tão forte e, claro, muito axé", disse o vocalista.

Além de uma longa trajetória na música nacional, o Olodum também se apresenta como um manifesto cultural, conforme revelou o produtor da banda, Tadeu Maia. Trabalhando ao lado do grupo há 16 anos, ele revelou a força que a representatividade destes músicos tem dentro e fora do Brasil.

"Já tocamos em 37 países de todos os tipos, com suas peculiaridades e cultura singular, e sempre somos recebidos de braços abertos. Nossa banda leva o nome do país para os cantos mais longínquos, abordando assuntos importantes como racismo e outros tipos de preconceito, alcançando povos com nossa mensagem sobre igualdade e amor. É impressionante o efeito que conseguimos causar onde passamos, é algo que nem nós conseguimos imaginar. É surreal, é transformador", falou.

E o axé cantado pelo Olodum conseguiu cativar os cuiabanos facilmente, segundo Rosangela Pereira Vasconcelos. Para a foliona, a Prefeitura de Cuiabá não poderia ter feito uma escolha melhor para esta noite de sábado. "A festa está fantástica, contagiante e muito divertida. O prefeito Emanuel Pinheiro está de parabéns por ter presenteado a população com esse grandioso show. Eu e minhas amigas estamos curtindo como nunca", concluiu.

Dando sequência aos trabalhos, na manhã deste domingo (26) os três pontos de festas carnavalescas já estavam limpos e com trânsito liberados aos condutores e transeuntes.

Transporte