Infra
Bic Banner

Parques de Cuiabá alteram horário de funcionamento por conta do horário de verão

Fonte: Olhar Conceito
0
Views:
4

O horário de verão chegou e com ele as mudanças na rotina. Com o sol brilhando até às 19h, o fim do dia pode ser de muita atividade física nos parques urbanos de Cuiabá. Três deles se adaptam ao novo horário e aumento seu período de funcionamento, colaborando com a prática de atividades em suas dependências. Mãe Bonifácia, Massairo Okamura e Zé Bolo Flô estarão abertos das 6h às 19h diariamente até o fim do horário de verão, no dia 19 de fevereiro de 2017.

A determinação de mudança no horário de funcionamento dos parques veio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) que informa que os parques urbanos de Cuiabá já estão funcionando em novo horário por causa do horário de verão. 

Com essa mudança, o gerente do parque Mãe Bonifácia, Celso Benedito Pinheiro, acredita que o número de pessoas que frequentam o parque tende a aumentar, principalmente no período da tarde. "Aquelas pessoas que terminam o expediente às 17h ou até mesmo às 18h poderão, sem problemas, finalizar o dia com uma caminhada na unidade mais próxima".

Já o gerente do parque Massairo Okamura, Luís Nelson da Silva, reforça que a população é a principal beneficiada com essa mudança, pois terá mais tempo para ficar próximo da natureza, o que gera mais qualidade de vida. "Com esse calor, é importante o contato com a natureza. Nós recomendamos que após o trabalho os pais peguem seus filhos na escola e vão passear em algum dos parques. Além de se distrair dos problemas, a família poderá se divertir".

Com o aumento dos visitantes, a Sema reforça que é preciso usufruir dos parques com responsabilidade, se atentando os vários indicadores de conservação, como uma fauna associada, espécies raras e árvores quase centenárias. Portanto, uma série de regras precisam ser seguidas para que o ambiente continue cumprindo o seu papel biológico e social. Dentre as regras está a restrição quanto aos animais domésticos, por oferecerem risco à fauna local.

Outra regra importante para preservar o espaço é não alimentar os animais que habitam essas áreas. Isso vale para os macacos, por exemplo, que não podem ingerir alimentos destinados a humanos. Com relação às famílias com crianças, a Sema orienta que precisam supervisionar seus filhos, pois o espaço dos parques oferece diversos riscos, como galhos secos e pontiagudos, pedras, buracos, animais silvestres e outras situações que podem levar a quedas e ferimentos. Isso vale para as trilhas, o parquinho e os banheiros.

Infra
Bic Banner