Transporte

Prefeitura de Cuiabá inaugura ciclovia

Fonte: Cuiabá 300
0
Views:
2

Com a presença de dezenas de adeptos do ciclismo, a Prefeitura de Cuiabá inaugurou no final da tarde de sábado (17) a Ciclovia Enéas Cardoso Filho, na Morada da Serra. A ciclovia tem um percurso de 2,1 quilômetros e vai das proximidades da Açofer, Av. Dr. Vicente Emílio Vuolo (avenida das quatro pistas), ao terminal de ônibus do CPA 3. Com a entrega do trecho, a cidade ganha aproximadamente 24 quilômetros entre ciclovias e ciclofaixas, incluindo as duas novas ciclovias que serão entregues no Porto Cuiabá e no Parque das Águas.

O nome Ciclovia Enéas Cardoso Filho será oficializado nesta terça-feira (20), com a aprovação de um projeto de lei que foi encaminhado pela prefeitura à Câmara Municipal.  É uma homenagem ao servidor da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), que morreu atropelado em novembro de 2013 na Avenida Miguel Sutil enquanto pedalava próximo ao viaduto da rodoviária.

Na inauguração, familiares e amigos do servidor estiveram presentes. Para a viúva de Enéas, Maria Leopoldina, a homenagem é justa já que o seu marido era um amante do esporte, “É uma honra receber esta homenagem. Ele gostava muito do esporte e fico muito agradecida. Espero que outras ciclovias sejam espalhadas pela cidade”, afirmou.

A ciclovia Enéas Cardoso Filho é a primeira da região Norte e irá atender moradores dos bairros CPA 3, Tancredo Neves e Três Lagoas. Elaborado pela equipe técnica da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), o projeto da ciclovia tem a participação dos movimentos das bicicletas e ciclovias que atuam na cidade e atende a todas as especificações técnicas do Manual de Sinalização Viária do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

De acordo com o secretário Thiago França, a Semob fez um estudo na região e constatou que havia ali uma demanda reprimida, com centenas de trabalhadores, pais de famílias e estudantes que utilizam a bicicleta como modal de transporte. A ciclovia, bidirecional, com largura de 2,5 metros, permitirá a integração com os ônibus coletivos, no terminal do CPA 3.

“É uma ciclovia cem por cento sinalizada, tanto no aspecto vertical como horizontal e tem segregadores robustos, justamente para garantir mais segurança viária aos ciclistas. É importante porque liga a região do CPA com a Avenida dos Trabalhadores [Av. Dante de Oliveira]. Nós não temos dúvida alguma que atenderá uma demanda reprimida dessa região como também inaugura uma pauta importante e irreversível dentro da mobilidade urbana que é utilização da bicicleta como meio de transporte”.

Um dos observadores ao movimento que antecedeu a largada dos ciclistas próxima ao terminal do CPA 3 era o morador Agripino Paula de Souza, de 60 anos. Motorista aposentando, ele contou que costuma fazer caminhadas na Lagoa Encantada, que fica próximo dali, e agora, com a ciclovia em frente a sua residência, vai retomar o gosto das pedaladas. “Eu usava a bicicleta do meu filho, que foi vendida. Mas agora vou comprar outra e começar a pedalar de novo”, garantiu.

Mais segurança

O vereador Arilson da Silva, um dos apoiadores da implantação da ciclovia na Morada da Serra, que gosta de pedalar pela cidade e faz parte de uma associação no Coxipó, fez questão de participar da inauguração. “Esta é uma boa iniciativa e esperamos que depois desta venham muitas outras. Ciclovia traz mais segurança para quem a utiliza tanto para ir ao trabalho como para o lazer. Andar de bicicleta traz mais qualidade de vida, é um esporte que, inclusive, reduz o estresse do dia a dia”, disse o vereador, que em seu mandato foi um defensor das ciclovias e do uso da bicicleta como meio de transporte, que é 100% ecológico.

Outro entusiasta do esporte que compareceu à inauguração foi Gabriel Antônio, de 24 anos, que faz parte do grupo Trilheiros, que tem 50 componentes. “Costumamos pedalar para Chapada dos Guimarães e Barão do Melgaço nos finais de semana e durante a semana o grupo faz passeios pela cidade e na Arena Pantanal. Agora temos mais uma opção aqui na Capital”, comemorou.

O fundador do grupo Pedal do Boa (com 130 integrantes), Sérgio Lessa, 41 anos, destacou a importância da implantação das ciclovias em função da segurança. Segundo ele, a participação em grupos traz mais segurança. “No grupo um ajuda o outro, quando fura um pneu, por exemplo. Acho essa iniciativa fantástica e espero que seja levada para outros bairros”, afirmou.

Além da ciclovia Enéas Cardoso Filho, a cidade vai ganhar nos próximos dias mais duas, que estão localizadas no Porto Cuiabá (1.300 metros) e no Parque das Águas (1.600 metros). Cuiabá também conta com duas ciclofaixas (compartilhadas por pedestres e bicicletas), a da Avenida das Torres Professora Edna Affi, que tem uma extensão de 12,4 km (foi totalmente revitalizada recentemente) e a ciclofaixa de lazer (6,1 km de extensão), que funciona aos domingos na Avenida Miguel Sutil e liga a Arena Pantanal ao Parque Mãe Bonifácia. Outras duas ciclovias estão localizadas no Pedra 90, na Avenida Tatsumi Koga, e na Avenida Archimedes Pereira Lima (Estrada do Moinho – 2,2 km de extensão), cuja obra é de responsabilidade do Governo do Estado e precisa ser finalizada.

Para o arquiteto Abílio Brunini, que lidera movimentos que defendem a utilização da bicicleta na cidade e contribuiu para a execução do projeto, a inauguração da ciclovia Enéas Cardoso Filho mostra que a política de mobilidade urbana está no caminho certo. “Esta ciclovia serve não só pra o lazer, mas também como opção de transporte para ir ao trabalho. Através do da Semob, do secretário Thiago, conseguimos concretizar algumas obras e a mobilidade mudou para melhor. Precisamos agora trabalhar para conectar estas ciclovias”, disse Brunini, que se elegeu vereador em outubro e que tem entre suas bandeiras a defesa da mobilidade urbana.

Transporte