[pro_ad_display_adzone id="9377"]

Prefeitura intensifica fiscalização para tirar caminhões da área urbana

Fonte: Da Redação
0

A Prefeitura de Cuiabá vai intensificar a fiscalização de circulação de caminhões em horários restritos, a partir desta terça-feira (23), com a Operação Carga Pesada. A iniciativa, que acontece permanentemente, visa fortalecer os princípios dispostos na regulamentação, além de garantir maior fluidez no trânsito nos horários de maior movimentação.

“O trabalho fiscalizatório que desempenhamos é constante, mas temos observado que muitos motoristas andam desatentos em relação à normativa. Um exemplo disso é a Ponte Benedito Figueiredo, liberada apenas para veículos leves e de pequeno porte. Desde a instalação da câmera de monitoramento, já registramos 30 autos de infração de caminhões que circularam irregularmente. Avaliando este frequente descumprimento da lei, vamos energizar a operação, alertando condutores, monitorando e realizando as devidas medidas punitivas em caso de infrações”, afirmou Antenor Figueiredo, secretário municipal de Mobilidade Urbana.

Com o objetivo de ordenar o trânsito da Capital, coibindo engarrafamentos e evitando desgastes entre motoristas e ciclistas, as restrições impõem algumas limitações necessárias para garantir a mobilidade urbana nos pontos de maior pico. Na região central, só podem circular caminhões com no máximo 10 toneladas. Acima desta medida, apenas entre às 20h e 6h. Nos corredores das avenidas Fernando Corrêa e Miguel Sutil, é permitida a circulação de veículos com até 24 toneladas. Acima disso, somente no mesmo horário pré-estabelecido. Em casos onde as cargas transportadas são perecíveis, nitrogênio, concreto e gás, é necessário que haja uma Autorização Especial de Trânsito para circular nos pontos durante os horários de pico.

“Vale ressaltar que a Semob já instalou placas de sinalização tanto na entrada da cidade, como em outros pontos críticos, onde o fluxo de automóveis é significativamente grande. A regulamentação já é de conhecimento dos condutores e precisa ser aplicada corretamente para que Cuiabá tenha um trânsito saudável, sem desgastes que prejudiquem a qualidade de vida de condutores, pedestres, ciclistas e motociclistas. A operação Carga Pesada tem a responsabilidade também de garantir uma trafegabilidade segura e seus reflexos afetam positivamente a vida de todos que circulam pelas vidas da nossa Capital”, concluiu Figueiredo. 

[pro_ad_display_adzone id="9377"]