[pro_ad_display_adzone id="9377"]

Programa de visitas aproxima polícia e moradores do Morada da Serra

Fonte:
0

Um trabalho de policiamento comunitário desenvolvido pelo 3º Batalhão da Polícia Militar mudou a rotina dos moradores e comerciantes da região da grande Morada da Serra, em Cuiabá. Há dois meses, guarnições do policiamento preventivo colocam em prática, nos mais de cem bairros atendidos pelo batalhão, duas ações batizadas como visita comunitária e visita solidária.

As duas atividades possuem o mesmo objetivo: estreitar o relacionamento da Polícia Militar com a comunidade, aumentando a sensação de segurança. “Nas visitas, tomamos conhecimento de demandas que a população deseja e conseguimos direcionar o policiamento e até operações”, disse o comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel PM Fábio Luiz Bastos.

A visita comunitária é realizada em estabelecimentos comerciais, escolas e residências para a interação com os moradores. No bairro Doutor Fábio I, a mercearia de Otoniel da Silva Novaes foi um dos pontos comerciais que recebeu a visita comunitária na semana passada.

Entre o atendimento a um cliente e o preparo da churrasqueira para assar os espetinhos do final do dia, Otoniel recebeu sorridente os policiais. O comerciante disse que se sente mais seguro com a presença dos militares. “Trabalhamos mais tranquilos porque toda hora passam viaturas”, disse Otoniel.

No CPA 2, os policiais visitaram a loja de produtos naturais da moradora Lucineide Santana Machado. O bate-papo foi animado. “Essa presença nos traz mais segurança”, avaliou a comerciante.

Solidariedade

Outra atividade que tem dado frutos é a visita solidária. Após uma ocorrência de crime, uma equipe policial reencontra a vítima, colhe mais informações sobre o fato e a orienta para que a situação não se repita. “No momento do atendimento da ocorrência, não é possível interagir com a pessoa, porque ela geralmente está em um momento de tensão e de estresse”, disse Bastos.

As visitas são realizadas diariamente. Cada equipe tem um bairro de atuação. Denúncias, reclamações, sugestões e dicas de segurança estão entre os assuntos abordados nas visitas. “Quando o policial recebe uma informação importante, ele traz até o comando para darmos o desdobramento daquela informação”, disse Bastos.

E não são apenas os moradores que se sentem mais animados com os trabalhos. Para o comandante, os policiais militares que estão realizando as visitas também se sentem mais valorizados. “Eles estão percebendo o reconhecimento por parte da comunidade”, disse Bastos.

[pro_ad_display_adzone id="9377"]