[pro_ad_display_adzone id="9377"]

reforma da Igreja São Benedito é liberada pelo IPHAN

Fonte: Olhar Direto
0

As reformas da Paróquia do Rosário e da Igreja São Benedito foram retomadas na última semana, após ficarem três meses paradas por embargo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Na última terça-feira (28), o instituto concedeu autorização para continuá-las, três meses antes da Festa de São Benedito.
 
A reforma começou em outubro de 2016 e, segundo a assessoria da Paróquia, o principal foco era a cobertura do salão da cozinha. “Começamos a obra em caráter de emergência e sem termos todo o recurso financeiro, pois a área tinha sido interditada pela Defesa Civil por apresentar risco de desabamento”, ressaltou o pároco Marco Antônio de Oliveira Santos.
 
Ainda de acordo com o pároco, todos os documentos exigidos pelo Iphan foram entregues, já que a igreja é tombada como Patrimônio Histórico desde 1975. “Agora precisamos correr atrás do tempo perdido, pois a Festa de São Benedito é daqui a três meses. Além disso, há os eventos locais que promovemos todas as terças e quintas-feiras”.
 
Pouco mais de um mês após o início da reforma, no dia 19 de dezembro, o Iphan enviou à Paróquia um auto de infração embargando a obra. A justificativa era que as medidas de altura interna e externa não estavam de acordo com o projeto apresentado, e em desacordo com as características de acabamento originais da fachada composta por eira e beira.
 
“O projeto original que tinha sido entregue e aprovado pelo Instituto do Patrimônio Histórico contemplava o solicitado no auto de infração”, contestou Marco. Segundo o pároco, quando foi embargada a obra estava perto de ser concluída.
 
“Mais 15 dias já teríamos colocado toda a cobertura do telhado, que estava no almoxarifado da empresa contratada para executar a reforma. Agora já se passaram três meses e teremos que fazer uma vistoria para saber como está toda a obra, pois tivemos muito chuva neste período em Cuiabá”, disse.

Ele conta que desde que começou a paralisação os responsáveis tentaram resolver os problemas o mais rápido possível. No dia 3 de janeiro deste ano foram apresentadas as plantas e as alterações de projeto solicitadas pelo Iphan e as correções exigidas pelo órgão. Um mês depois, dia 7 de fevereiro, novas plantas complementares foram entregues. Por fim, no dia 20 de março, foi solicitada uma cópia do documento que confere poderes ao pároco para assinar um Termo de Compromisso, e também foi entregue.
 
“Esse foi, sem dúvida, um trabalho em equipe e que só tenho agradecer imensamente a comunidade”, finalizou o pároco, após conseguir a autorização. A Festa de São Benedito acontece no mês de julho.

[pro_ad_display_adzone id="9377"]