[pro_ad_display_adzone id="9377"]

Secitec reabre Edital do Parque Tecnológico

Fonte:
0

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secitec) reabriu nessa quarta-feira (24.01), o edital do Parque Tecnológico Mato Grosso. Lançado em novembro de 2017, o processo manterá os prazos iniciais apontados. Com uma área de 16 hectares, localizada em Várzea Grande, o início das obras está previsto para o primeiro semestre de 2018. “O edital foi suspenso em meados de dezembro para adequações do projeto. Com o decorrer dos prazos legais no dia 23 de fevereiro já teremos a abertura de envelopes, para que possamos dar início o mais rápido possível às obras”, explica o superintendente de Administração Sistêmica da Secitec, Fábio Vieira Alves.

O layout do Centro de Inovação é baseado no conceito de construções por containers, uma tendência que otimiza os investimentos com conforto e modernidade. A estrutura modulada permite a gestão de espaços de forma eficiente de acordo com necessidade. O projeto inicial do Parque estava orçado R$ 14 milhões e durante o primeiro semestre de 2017, após uma reavaliação do plano diretor, o valor foi reduzido para R$ 8 milhões, permitindo que as ações retomassem caminho para o início das obras. Para o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Domingos Sávio, viabilizar o Parque foi um dos compromissos que a Secitec assumiu. “O Parque sempre foi um dos assuntos prioritários nas conversas com o governador Pedro Taques. Otimizar o projeto, buscar parceiros e entregar o projeto arquitetônico completo foram conquistas que possibilitaram mais esse passo que é a licitação das obras”, destaca o secretário.

A obra, que terá um investimento de R$ 8 milhões – recursos do Fundo de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (Fapemat), é esperada pelo setor, já que a potencialidade do agronegócio do Estado faz do Parque uma oportunidade especial para o segmento. “Fomentar pesquisas e tecnologia do campo, diretamente de Mato Grosso é um oportunidade que todos estamos esperando – empresas e produtores, para que Estado seja também referência nesse setor. O diferencial do Agro, soma-se às iniciativas convencionais dos Parques Tecnológicos de todo Brasil”, destaca Domingos Sávio.

O projeto contempla três módulos de funcionamento: Parque Tecnológico (espaço para o desenvolvimento de inovação pelas empresas), Parque de serviços (focado na promoção de serviços para empresas, industrias e comunidades) e Parque científico (espaço para formação e qualificação de pessoas, núcleos de universidade, laboratórios e centros de P&D). Estão em processo de instalação também, a anexa da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT) e do campus da Universidade de Mato Grosso (Unemat).

Segundo o coordenador do Parque Tecnológico Mato Grosso, Rogério Nunes, a iniciativa está em andamento desde 2013 e com a construção do Centro de Inovação as ações já realizadas se consolidam. “Todos os projetos que já caminham paralelos à estrutura, serão otimizados. Acelerar e incubar empresas, atrair empresas de base tecnológica para nosso Estado e fortalecer Mato Grosso como um polo tecnológico e integrar os mecanismos já existentes nas áreas de empreendedorismo e inovação, que a Secitec já vem trabalhando”, reforça Rogério.

O Parque, que tem a expectativa de movimentar de 1,3 mil empregos diretos e indiretos, será construído em Várzea Grande, em uma área com centro de inovação, incubadoras, aceleradoras, centro de pesquisa, entre outros.

Edital

O Edital de Concorrência Pública n.º 001/2017/SECITEC, rege a contratação de empresa de engenharia para execução de construção do Centro de Inovação do Parque Tecnológico de Mato Grosso, no município de Várzea Grande/MT. A modalidade será pelo menor preço com regime de execução indireta por empreitada de preço unitário. Para mais informações o Edital completo está disponível no site da Secitec – www.secitec.mt.gov.br, ou na Coordenadoria de Aquisições e Contratos/SECITEC.

Os recursos são do Termo de Cooperação Técnica, celebrado com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat).

Fonte: Da Redação

[pro_ad_display_adzone id="9377"]