[pro_ad_display_adzone id="9377"]

Semob recua e multas por videomonitoramento só começam a valer após campanha de conscientização

Fonte:
0

A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) voltou atrás e resolveu realizar uma nova campanha de conscientização antes de começar a multar, através do videomonitoramento, os condutores que forem pegos trafegando pelas faixas exclusivas. A ação deverá durar uma semana e terá início, provavelmente na segunda-feira (5). Só depois disto começam a ser aplicadas as penalidades.

A assessoria de imprensa da pasta confirmou a informação ao Olhar Direto. Uma reunião foi realizada nesta quarta-feira (31), onde ficou decidido que mais uma campanha será realizada, com o objetivo de conscientizar os condutores de Cuiabá. Durante a primeira ‘semana cheia’ de fevereiro (5 a 9) , os motoristas receberão apenas uma advertência.

Porém, depois desta semana (de 12 a 16), as multas começarão a ser, enfim, aplicadas. Em entrevista nesta manhã, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), disse que “já foi muito debatido isso e ano passado eu suspendi por quatro meses, depois prorroguei a suspensão. Porque eu não quero nunca que a população seja pega de surpresa, seja pega na calada da noite, sem uma ampla campanha de divulgação. Eu quis se esgotasse todo debate, todo esclarecimento, toda campanha de informação para a população sobre a faixa exclusiva, para ninguém ser pego de surpresa. Agora já chegamos a um ponto que ninguém pode alegar desconhecimento”.

Em julho do ano passado, o prefeito Emanuel Pinheiro suspendeu a aplicação de multas por meio do sistema de videomonitoramento e disse que não quer “sacanagem” com o povo cuiabano. Um dia antes da implantação do sistema, o gestor voltou atrás na decisão sob a justificativa de que a população ainda não estaria devidamente orientada.

O sistema também está sendo utilizado para multar caminhões pesados no Centro de Cuiabá. “Não se admite falar que não foi avisado. Tivemos o cuidado de colocar placas e informativos em todas as entradas da cidade. Estão achando que não estamos vendo, mas estamos vendo sim”.

Cuiabá conta com 12,5 quilômetros de faixa exclusiva nas principais avenidas da cidade, são elas: Getúlio Vargas, Isaac Póvoas, Generoso Ponce, Tenente Coronel Duarte (Prainha) e avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA).

Espalhadas em pontos estratégicos, as 32 câmeras que compõem esta ferramenta tecnológica exercem papel orientativo, fiscalizatório e ordenador, garantindo uma tranquilidade maior para os condutores e pedestres que diariamente trafegam pelas ruas da cidade, avalia a prefeitura.

De acordo com o diretor de Trânsito da Semob, Michel Diniz, através da Central mais de 15 mil notificações orientativas foram enviadas aos condutores que cometeram infrações nas ruas da Capital em 2017. Os alertas foram de cunho educativo, sem qualquer cobrança de multa vinculada.

Como evitar a multa

Para evitar uma multa, o ingresso dos veículos nas faixas só é permitido para fazer a conversão à direita e deve ser feito ao final da linha contínua, onde começa a linha tracejada. O acesso à faixa exclusiva também é permitido para entrar em residências ou estacionamentos.

Os veículos de transporte individual de passageiros (táxis), ambulâncias e motos estão autorizados a circular pelas faixas que até então eram exclusivas para os ônibus no município de Cuiabá. A lei nº 6.236 foi promulgada pelo presidente da Câmara de Vereadores, Justino Malheiros (PV). Os condutores que foram multados através do videomonitoramento terão as notificações arquivadas.

Fonte: Olhar Direto

 

[pro_ad_display_adzone id="9377"]