Infra
Bic Banner

Taques anuncia revitalização do centro histórico, navegação rio acima e cultura para o tricentenário

Fonte: Olhar Direto
0
Views:
10

A área central, conhecida como centro histórico, os monumentos culturais e o rio vão passar por uma repaginação completa para os 300 anos de Cuiabá, em abril de 2019. O governo de Mato Grosso, a Prefeitura de Cuiabá e organizações não govrnamentais, como o Instituto Bradesco e a Federação da Câmara dos Dirigentes Lojistas (FCDL), vão fazer investimentos diversificados, nos próximo dois anos.

Como convidado de honra, o governador José Pedro Taques participou do lançamento do Movimento Cuiabá Mais 300, organizado pelo Instituto Teotônio Vilela Filho (ITV),  com apoio de outras várias entidades. “Uma Proposta de Política Pública  para Ocupação Sustentável do Centro Histórioc de Cuiaibá”, determina o lema do movimento.
 
No bojo do projeto estão a revitalização do Centro Histórico, a realização de vários eventos de magnitude  e  até mesmo a retomada da navegação do rio Cuiabá – desde o distrito de Bonsucesso até a Passagem da Conceição.
 
“Me questionaram que, em 2019, talvez eu não seja governador. O mandato é temporal. Espaço de tempo. O Estado é espacial. É atemporal. Vamos Comemorar 300 anos em 2019. Comemorar independente  de partidos políticos e de quem seja  governador, trazendo à cidade e à população para este  sentimento”, afirmou o governador José PedroTaques (PSDB), na noite desta segunda-feira (3),  no Centro de Eventos Cuyaverá, num dos espaços com maios rica história da cidade.
 
“Senhores, o movimento não é do PSDB. É do povo de Cuiabá. Não é todo ano que se comemora 300 anos. Estado com o município de Cuiabá em unidos para organizar tudo certinho, em 2019. Cuiabá é a Capital de todos os mato-grossenses”, afirmou ele, para a reportagem do Olhar Direto.
 
A repaginação da área central da Cidade Verde vai envolver um esforço multipicado de diferentes organizações, como governo, prefeitura e iniciativa privada. Pelo menos mentade dos cerca de 400 casarões antigos começam a ser restaurados, ainda no primeiro semestrede 2017.
 
O principal investimento é a Casa Barão de Melgaço, sede da Academia Mato-Grossense de  Letras, onde morou Augusto de Leverger, que vai receber de volta o Arquivo Público Estevão de Mendonça. Trata-se do mais rico acervo da história de Mato Grosso.
 
O presidente  do ITV, empresário Carlos Antônio Borges Garcia, observou que não existe receita infalível para o resgate de centros históricos. “Existem experiências  bem sucedidas e malsucedidas,  variando do grau de adesão da  própria  sociedade. Por isso, buscamos parceiros  de tamanho conceito”, avaliou ele.
 
Representando o prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB),  o secretário municipal de Planejamento, ex-vereador Zito Adrien, observou que a proposta é de quem ama Cuiabá e não de partidos políticos. “Todos estamos embuídos do melhor propósito de tornrar Cuiabá mais bonita e agradável para se viver. E isso não é de partido ‘A’ ou ‘B’. A iniciativa do Instituto Teotônio Viela é salutar e deve incentivar a outros adotarem a mesma postura”, sintetizou Adrien.
 
O presidente regional do PSDB, deputado estadual Nilson Leitão, não compareceu. O presidente do PSDB de Cuiabá, suplente de deputado Carlos Avalone Júnior, pontuou que agremiação contribuiu com a cessão de vários técnicos, como o arquiteto Deoadto Gomes Monteiro Neto, os advgoados Eduardo Mahon e Eliane Muller Affi, professora Luzia Guimarães, engenheiro Sérgio Pascoli  Romani e economista Leopoldo Mendonça, entre outros. “Trata-se de um esforço múltimplo de vários voluntários  em prol dos 300 anos de Cuiabá”, resumiu Avalone.

Infra
Bic Banner