Infra
Bic Banner

Taques volta à Bolívia para tentar voo ligando Cuiabá a Santa Cruz

Fonte: Da Redação
0
Views:
26

Em busca de parcerias comerciais para Mato Grosso, o governador Pedro Taques embarca, nesta sexta-feira (14.07), para Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. Taques comentou o assunto em entrevista, nesta quarta-feira (12.07), ao programa Chamada Geral, da rádio Mega FM, conduzido por Lino Rossi. “Voltaremos à Bolívia com um representante da Azul Linhas Aéreas para negociar a liberação do voo entre Cuiabá e Santa Cruz”, adiantou.

No país vizinho, o governador tem reunião com o ministro de Obras Públicas, Serviços e Habitação, Milton Claros Hinojosa. Neste encontro, será debatida a pavimentação do trecho rodoviário que liga San Matías a San Ignacio de Velasco, rodovia estratégica para Mato Grosso que fará a ligação asfáltica entre Cuiabá e Santa Cruz de la Sierra.

A segunda reunião é com o ministro de Hidrocarburetos e Energia, Luis Alberto Sánchez. Em pauta, o fornecimento de gás natural para Mato Grosso e a compra por produtores do estado da ureia que começará a ser produzida em larga escala naquele país. Há a possibilidade de, em contrapartida, a Bolívia comprar grãos de Mato Grosso. 

No último compromisso da agenda, Taques tem um encontro com o governador do Departamento de Santa Cruz, Ruben Aguilera.

Da última vez que esteve na Bolívia, em maio deste ano, Taques e o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, negociaram diretamente com o presidente Evo Morales, que acenou positivamente um acordo comercial.

Conforme a assessora de Assuntos Internacionais do Governo do Estado, Rita Chiletto, o comércio de ureia entrou na pauta de discussões do Estado no início de abril deste ano, quando autoridades da Bolívia vieram a Mato Grosso falar sobre o assunto. Os bolivianos estão inaugurando uma fábrica em Bulo Bulo que vai ter uma produção de 700 mil toneladas por ano, sendo que 20% desse total ficam na Bolívia e 80% são exportados. “Sabendo do interesse deles em exportar para Mato Grosso, o governador aproveitou para negociar o que nos interessa: a pavimentação de San Matias a San Ignácio, a autorização para o voo da Azul e a renegociação do contrato do gás”, diz Rita.

Em cima desta agenda, houve o encontro com o presidente da Bolívia, Evo Morales. “Mato Grosso está provocando a Bolívia. Eles têm interesse em vender ureia para Mato Grosso. Mato Grosso tem interesse na pavimentação, no gás e no voo da Azul. Vamos chegar num consenso”, destaca.

Mato Grosso sai na frente em termos de infraestrutura e logística comercial. O comércio de ureia pode ocorrer, por exemplo, via hidrovia Paraguai/Paraná. A construção da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Cáceres cria um forte local de concentração de comércio no Estado. Os produtos podem ser exportados tanto pela hidrovia como por terra, com a pavimentação do trecho boliviano. “É uma forma de Mato Grosso expandir sua rede de infraestrutura e melhorar o acesso dos produtos ao mundo e, da mesma forma, receber produtos do mundo inteiro”, conclui Rita Chiletto.

Infra
Bic Banner