Transporte

Termo garante manutenção e conservação do Rodoanel de Cuiabá

Fonte: Cuiabá 300
0
Views:
6

O Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, recebeu nesta sexta-feira (17) do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT), a minuta de um Termo de Cooperação Técnica entre o Município e a instituição, objetivando uma parceria na realização dos serviços de manutenção e conservação de 10 quilômetros do anel viário de Cuiabá, o Rodoanel.

Conforme o superintendente do DNIT, Orlando Fanaia, o trecho compreende desde a entrada do município de Chapada dos Guimarães (Rodovia Emanuel Pinheiro), passando pelo Distrito da Guia, e alcançando a entrada do Distrito do Sucuri.

“Vamos recuperar o pavimento que foi feito há cerca 10 anos, sinalizar, fazer toda a limpeza e estender a obra, visando os acessos e seguranças dos usuários da via”, explicou Fanaia.

A obra faz parte do Plano Anual de Trabalho e Orçamento (PATO) e recebe um investimento federal de mais de R$ 5 milhões. Responsável por garantir o recurso para a aplicação no projeto de infraestrutura, o senador Wellington Fagundes frisou que a provável parceria entre a Prefeitura e o DNIT irá ajudar no andamento da obra, que deve melhorar o fluxo viário de Cuiabá.

“O que estamos fazendo aqui é dar funcionalidade, ou seja, fazer com que daqui do Sucuri até a entrada de Chapada dos Guimarães a gente consiga oferecer um trajeto célere e seguro para quem trafega pela região”, argumentou o senador.

De acordo com Emanuel Pinheiro, a apresentação da minuta do Termo de Cooperação Técnica feita DNIT é uma demonstração de respeito ao decreto nº 6.212, assinado pelo prefeito no dia 2 de janeiro de 2017. Conforme o documento, qualquer intervenção a ser realizada em Cuiabá deve ter o acompanhamento da Prefeitura.

“O DNIT está fazendo escola. Nesse momento estamos recebendo a minuta e iremos monitorar e fiscalizar as obras. Também nos colocamos a inteira disposição para dar o perfeito andamento nesse trabalho tão importante para nossa Capital”, afirmou.

O gestor destacou ainda que o Termo de Cooperação Técnica deve gerar bons frutos para Cuiabá, pois garante a continuidade de uma obra de extrema importância para a mobilidade e o desenvolvimento da Capital, mas que estava paralisada. Emanuel garantiu também que a Prefeitura irá colaborar com os serviços de manutenção e conservação da estrada.

 

“Iremos ajudar com aquilo que chamamos de preocupação ambiental. Essa região acabou se tornando um aterro sanitário clandestino, onde as pessoas despejam lixo de toda ordem. Por isso, vamos fazer o recolhimento desse lixo e dar a destinação correta”, finalizou. 

Transporte