Infra
Bic Banner

Wilson anuncia retomada de obras do VLT, mas só após decisão judicial

Fonte: RD News
0
Views:
0

O secretário de Cidades, deputado licenciado Wilson Santos, disse que o Governo do Estado retomou as negociações com o Consórcio VLT para a conclusão das obras e o governador Pedro Taques e já se reuniu com o Consórcio para abrir diálogo. "Foi uma decisão do governador em retomar as obras e por isso nós já sentamos ontem (30) com o Consórcio VLT para iniciarmos as negociações".

Porém, Wilson diz que as obras do VLT só vão começar após decisão judicial.  O juiz federal da 1ª Vara Ciro José de Andrade Arapiraca deu um prazo de 30 dias úteis para que o governo e Consórcio VLT entrassem em acordo. O prazo termina dia 29 de dezembro.  Apesar disso, Wilson garante que o modal será prioridade de sua gestão.

“Eu não retomo um centímetro dessa obra sem uma decisão judicial que me dê segurança jurídica”, pontua Wilson durante entrevista nesta quinta (1º de dezembro). 

O governo havia desistido de negociar com o consórcio após decisão pedir para o MPE e o governo se manifestar sobre a viabilidade de concretização ou não de um acordo com o Consórcio VLT. O consórcio quer mais de R$ 1,2 bilhão para retomar as obras do VLT paradas desde outubro de 2014, o governo negocia. “O consórcio fala que precisa mais de 1,2 bi para concluí-la, inclusive esses valores estão oficializados em um documento encaminhado pelo consórcio ao Governo do Estado em 6 de maio deste ano. O governo tomou a decisão de renegociar com consórcio”, explica. 

Após determinação de juiz, governo desiste de acordo com Consórcio VLT

Sendo assim, Wilson e os demais secretários de Planejamento e da Controladoria Geral do Estado, respectivamente, Gustavo Oliveira e Ciro Gonçalves estabeleceram até 20 de dezembro para fechar o entendimento financeiro com o consócio.  Os três secretários tiveram uma longa reunião com consórcio. “Esse mês é decisivo, para que o governo do estado e o consórcio VLT se entendam”, disse Wilson. 

Wilson falou ainda que tem recurso para retomada da obra, tendo em vista que visitou  três vezes  o ministro das Cidades  Bruno Araújo e o engenheiro Roberto Generoso, secretário Nacional de Mobilidade Urbana, e afirmou que a questão financeira está, praticamente, resolvida. Wilson deve visitar os canteiros das obras do modal hoje e amanhã. 

“Nós temos R$ 193 milhões na Caixa Econômica à disposição e na conta do VLT provavelmente esse montante já ultrapassou os R$ 200 milhões, pela atualização e correção monetária”, disse.

Wilson ressalta que outros R$ 200 milhões estão reservados no Ministério do Planejamento para conclusão do VLT Cuiabá – Várzea Grande.  “O ministro Bruno Araújo e toda sua equipe já nos garantiu o restante que for, o que foi preciso. R$ 400, 500, 600 milhões. O Ministério das Cidades vai viabilizar o financiamento para o Estado porque essa obra também já está sendo tratada como prioridade no Ministério”, ressalta.  

O novo secretário de Cidades também disse que Mato Grosso tem mais ou menos R$ 2 bilhões em capacidade de endividamento, o que significa que o Estado tem condições para buscar esse financiamento.

Infra
Bic Banner