[pro_ad_display_adzone id="9377"]

Câmeras vão identificar carros roubados

Fonte: Diário de Cuiabá
0

Câmeras de monitoramento com tecnologia OCR, sigla em inglês para "registro ótico de caracteres", são as novas armas a serem utilizadas pelas autoridades de segurança pública e de trânsito contra o roubo e furto de veículos, em Mato Grosso. A primeira blitz utilizando a ferramenta está prevista para acontecer ainda neste mês, em Cuiabá. 

Os equipamentos locados, após processo licitatório pelo Departamento de Estado de Trânsito (Detran/MT), também conseguem identificar proprietários com dívida ao fazerem a leitura instantânea das placas dos veículos. 

A utilização das câmeras foi discutida em uma reunião realizada nesta última semana, Câmara Temática de Trânsito, do Gabinete de Gestão Integrada (GGI), na Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp). A intenção foi discutir o calendário da nova modalidade de blitz denominada “Seletiva”, que começará a ser aplicada no Estado. 

O Detran locou quatro equipamentos com a tecnologia. Pelo projeto, uma viatura equipada como a câmera vai fazer a seleção dos veículos, apontados pelo sistema, com algum tipo de irregularidade, como por exemplo no licenciamento e IPVA. 

“Temos hoje uma frota de mais de 2 milhões de veículos no Estado, fora a frota circulante. Destes, 53% estão irregulares”, disse o presidente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/MT), Arnon Osny. A viatura também poderá ser utilizada de forma circulante. O valor do aluguel é de R$ 20 mil mensais. 

A ação também vai colaborar na localização de veículos com queixa de roubo ou furto. “A expectativa é de que muitos veículos sejam identificados”, disse o delegado adjunto da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (DERFVA), Marcelo Martins Torhacs. 

De acordo com a gestora da Unidade de Fiscalização do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/MT), Ilis Sartori, é iniciar o uso na terceira semana deste mês na capital para, em seguida, serem utilizados no interior do Estado. “Lembrando que o aluguel somente começa a ser cobrado com a efetiva entrega dos equipamentos devidamente instalados nas viaturas e testados”, informou. 

A fiscalização “Seletiva” funcionará de forma integrada com a participação de servidores da Sesp, policiais militares e civis, agentes do Detran e da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob). O sistema será integrado à Central de Videomonitoramento da Sesp. 

A intenção é que a tecnologia de ponta ajude a reduzir índices de criminalidade, inclusive, na recuperação e apreensão de veículos. Neste ano, dados da Polícia Judiciária Civil (PJC) mostram que 871 carros e 657 motocicletas foram roubados, em Cuiabá e Várzea Grande. Nas duas cidades, também ocorreram 887 furtos no mesmo período. 

[pro_ad_display_adzone id="9377"]