[pro_ad_display_adzone id="9377"]

Emanuel estreita parceria com a ONU para divulgar o turismo e a cultura de Cuiabá

Fonte: Da Redação
0

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, visitou nessa segunda-feira (14) a sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque, no intuito de viabilizar uma parceria para a inclusão das festividades dos 300 anos da Capital no calendário oficial da organização. Na oportunidade, o gestor, em companhia do secretário extraordinário dos 300 anos, Júnior Leite, apresentou as riquezas cuiabanas para a presidente do Portugueses Languege Institute da ONU, Rosely Saad, para a presidente do United Nations Staff Recreation Council, Tainá Glaudia, e também para o diretor de Eventos Especiais, Gordan Framer.

A visita do prefeito cumpre parte de sua agenda oficial nos Estados Unidos, onde, além de potencializar ações para a divulgação da importante data comemorativa, conta também com a busca de investimento para ser aplicado no desenvolvimento da capital mato-grossense. Para Emanuel Pinheiro, a parceria com a ONU pode ser considerada uma ponte que está sendo construída entre Cuiabá e o restante do mundo. "Todas as maravilhas da Cidade Verde estarão expostas internacionalmente, fomentando o turismo e a cultura cuiabana", disse o prefeito.

“A ONU é a porta de entrada para o mundo. Considerada o coração de Nova Iorque, onde milhares de pessoas do mundo inteiro circulam diariamente. Nessa visita técnica conseguimos percebemos a exposição da arte e do turismo de várias partes do planeta. Então, se todos esses países estão se estabelecendo aqui, Cuiabá também pode. Até porque temos uma beleza natural, um potencial e uma vocação natural turística e cultura muito forte, que tenho a certeza que, no momento em tudo isso for exposto, teremos um grande avanço em diversas áreas da nossa região”, comentou.

Conforme o prefeito, a partir de agora a próxima etapa será o envio do projeto oficial, para que sejam feitas novas deliberações e, posteriormente, passe pela aprovação final da Organização. Ele destaca ainda que, além de potencializar o turismo e criar um viés econômico, gerador de emprego e de desenvolvimento para a Capital, todo o plano está sendo montado pensando em explorar ao máximo a beleza, arte e as riquezas históricas, abrindo as portas de Cuiabá para o mundo.

“Hoje posso dizer que nossa visita superou as expectativas e estou cada vez mais empolgado e entusiasmado. Aqui pudemos constatar a seriedade do trabalho e a visão que a ONU tem no sentido de propagar as cidades que realmente despertam interesse mundial. No entanto, é claro que depende de apresentarmos o projeto certo para divulgação da Cuiabá dos 300 anos, valorizando ao máximo nossa história”, pontuou.

A Organização das Nações Unidas, criada para promover a cooperação mundial, possui vários mecanismos para que países e cidades do mundo inteiro divulguem sua arte, cultura e história. Nesse sentido, a presidente do Portugueses Languege Institute da ONU, Rosely Saad, ressalta que vê a parceria como uma medida extremamente positiva. “Eu vejo como uma possibilidade fantástica. Cuiabá é uma cidade rica em vários aspectos. Por aqui passam cerca de 5 mil pessoas por dia e expor isso para o restante do mundo é algo sensacional”, disse. 

[pro_ad_display_adzone id="9377"]