[pro_ad_display_adzone id="9377"]

Governo apresentará este mês projeto da duplicação total da Cuiabá-Chapada

Fonte:
0

A duplicação total da rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), ligando Cuiabá até Chapada dos Guimarães, voltará a ser discutido. Um grupo de trabalho foi criado para dar celeridade no estudo de licenciamento ambiental da obra de duplicação.

O grupo é composto por representantes das Secretarias de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), Meio Ambiente (Sema), Adjunta de Turismo, Prefeitura de Chapada dos Guimarães, Agência Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá (Agem), empresários e membros da sociedade civil organizada. O Estudo de Impacto Ambiental (EIA) avaliado pelo grupo será apresentado para a população nos dias 25 e 26 de janeiro em Cuiabá e em Chapada dos Guimarães, respectivamente.

Desenvolvido pela Ecoplan por meio da Sinfra, o projeto aborda vários itens importantes e apresenta três soluções técnicas para transposição do trecho entre o Balneário da Salgadeira e o Córrego da Mata Fria, passando pelo Portão do Inferno. Nesta fase, o grupo tem discutido condicionantes técnicas que envolvem desde ações para melhorar o escoamento das águas da chuva, bem como a construção de pontos de observação turística ao longo da estrada e a criação de corredores para travessias de animais silvestres, evitando atropelamentos.

A sociedade terá a oportunidade de conhecer o projeto, opinar e dar sugestões durante as consultas públicas. Para o secretário de Estado de Meio Ambiente, André Baby, o projeto apresenta os critérios necessários para ser apresentado para a população. “O projeto está no caminho do desenvolvimento sustentável e respeita todos os aspectos sociais e ambientais para trazer benefícios para a região”, ressalta.

Segundo a presidente da Agem, Tânia Matos, um estudo conduzido pela agência identificou que uma das principais demandas da região do Vale do Rio Cuiabá é a necessidade de investimentos em infraestrutura para o desenvolvimento econômico. A presidente e o secretário adjunto de Turismo, Luis Carlos Nigro, acreditam que a obra irá dinamizar o comércio local.

Nigro projeta que as intervenções turísticas ao longo da rodovia irão consolidar a Estrada Parque de Chapada dos Guimarães como importante corredor turístico. Além dos aspectos turísticos, o representante da Sinfra, Ricardo Almeida, lembra que a duplicação da rodovia também será importante para a redução de acidentes de trânsito.

Próximos passos

Após as deliberações da sociedade nas audiências públicas previstas para o final de janeiro, a Sema dará continuidade às análises e emissão do parecer assistido pelo ICMBio. O objetivo é duplicar 44 km da rodovia, entre o trevo de acesso ao lago do Manso até a entrada da Chapada dos Guimarães, passando pelo trecho dentro do Parque Nacional.

Serviço:

Audiência Pública para apresentar Estudo de Avaliação Ambiental na duplicação da MT-251, entre Cuiabá e Chapada dos Guimarães

Cuiabá
Data: 25/01
Horário: 19h
Local: Auditório do Crea-MT (Av. Historiador Rubens de Mendonça, 491 – Bairro Araés)

Chapada dos Guimarães
Data: 26/01
Horário: 19h
Local: Câmara Municipal de Chapada dos Guimarães (Av. Fernando Corrêa, 763 – Bairro Centro)

Fonte: Redação/Cuiabá 300

[pro_ad_display_adzone id="9377"]