[pro_ad_display_adzone id="9377"]

Ministro das Cidades garante a Taques que governo federal irá ajudar na conclusão do VLT

Fonte: Hipernotícias
0

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, garantiu que o governo federal irá ajudar a administração de Mato Grosso, sob Pedro Taques (PSDB), a operacionalizar e tornar realidade o funcionamento do Veículo Leve sobre Trilhos, o VLT.

Bruno Araújo lembrou que o modal é um sonho da população cuiabana e várzea-grandense e prometeu os investimentos necessários. Na ocasião, reconheceu que o governo Taques investiu R$ 4 milhões na construção do residencial São Benedito, do bairro São Matheus, em Várzea Grande.

O empreendimento foi entregue nesta segunda-feira (15) a mais de cinco mil pessoas. No total, as 1,2 mil casas custaram cerca de R$ 68 mihões.

“Quando a obra teve dificuldade para ser tocada, o governador disse: ‘o que eu preciso fazer para ajudar’. Botou os R$ 4 milhões na obra e ajudou a construir isso aqui. R$ 4 milhões é muito dinheiro, mas é pouco comparado com os investimentos que nós do governo federal vamos fazer junto com você para operacionalizar e tornar realidade o VLT, que é um sonho dessa região”, foram as palavras do ministro.

A obra do metrô de superfície está parada desde dezembro de 2014. O acordo entre o governo e Consórcio para a retomada das obras, ficou estipulado em R$ 922 milhões. No total, o VLT custará ao Estado cerca de R$ 2 bilhões, já que até agora R$ 1 bilhão foi pago pelos cofres do governo.

O valor definido levou em consideração o que foi feito e medido até 2014 e o que será construído a partir de agora, como linhas, estações, paradas, centro de integração, operação e manutenção, além da correção monetária e atualização financeira prevista no contrato de 2012.

O acordo, que está sob análise dos ministérios públicos Estadual e Federal, prevê que a retomada das obras ocorrerá em maio, com conclusão em 24 meses – cinco anos após a Copa do Mundo, usada como principal fator para a construção do VLT. 

[pro_ad_display_adzone id="9377"]