Transporte

Obra de mobilidade começa a tomar forma em Várzea Grande

Fonte: Folhamax
0
Views:
4

Considerada uma das maiores obras de mobilidade urbana em execução em Mato Grosso, a duplicação da Avenida Filinto Muller que promoverá a interligação da região ao longo da Rodovia dos Imigrantes, principalmente o Grande São Mateus com o Centro da Cidade de Várzea Grande e que está inicialmente orçada em R$ 24 milhões já tem as primeiras execuções em andamento.

Com uma previsão para atender uma população de cerca de 50 mil moradores de 60 bairros e outros 35 mil usuários das vias de acesso para aqueles que estão com destino a municípios do interior de Mato Grosso ou de outros Estados do Norte ou do Sul do Brasil.

A duplicação da Av. Filinto Muller vai proporcionar um melhor fluxo de veículos para outras regiões da Cidade Industrial, pois as obras desaguarão na Rodovia dos Imigrantes que deságua na Avenida Júlio Campos e que se integra com a Av. Ulisses Pompeu e que chega a Av. da FEB.

Recentemente o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes – DNIT autorizou outros R$ 6 milhões em obras de recuperação e urbanização das Av. Júlio Campos e Ulisses Pompeo de Campos.

“Estudos de engenharia de tráfego delimitaram os pontos de estrangulamento no trânsito de Várzea Grande, sendo que todas essas obras das Av. Filinto Muller, Imigrantes, Júlio Campos e Ulisses Pompeo irão assegurar aos usuários de veículos e a população uma trânsito mais eficiente, o que gera economia aos cofres públicos e aos populares, maior segurança, além da urbanização de ruas e avenidas”, disse a prefeita Lucimar Campos sinalizando que todas essas obras juntas representam mais de R$ 45 milhões investidos na melhora da qualidade do trânsito.

Os serviços na Filinto Muller começam a tomar forma com a abertura de galerias pluviais, que estão avançando nas proximidades do Bairro Jardim Marajoara e seguem o cronograma, mesmo no período de chuva.

O secretário de Viação, Obras e Urbanismo, Luiz Celso de Moraes destaca que a duplicação da avenida terá um custo de R$ 23 milhões, recursos do Estado e contrapartida da prefeitura Municipal, que irá investir mais de R$ 3,5 milhões.

As obras de revitalização e ampliação da Avenida Filinto Muller tem um percurso de 12 quilômetros somando inclusive acessos a bairros ao longo da referida via, que compreende o trecho entre a Rua João Norberto de Barros até a Rodovia dos Imigrantes. “Com a evolução das obras a Avenida Filinto Muller estará em pouco tempo com um novo traçado”, destacou o secretário.

Quando estiver concluída, a duplicação da Filinto Muller terá iluminação em LED, pista de caminhada, ciclovia, canteiro central e será toda urbanizada.

Luiz Celso reforça ainda que essa é uma obra estruturante e importante uma vez que vai readequar a capacidade de tráfego de toda uma região, além de se integrar a outras regiões com outras vias de acesso rápido.

“Estamos solucionando problemas de acesso para milhares de moradores e usuários desta avenida, além de criar um novo corredor comercial, valorizando imóveis, criando novas perspectivas de crescimento para a própria cidade de Várzea Grande”.

Além das obras de duplicação que estão sendo executadas na Avenida Filinto Muller, o secretário de Obras assegura que os bairros também estão sendo contemplados com melhorias.

“No bairro Colinas Verdejantes, João Baracat, Mapim e Jardim Gloria resolvemos a questão das vias de acesso que foram mais prejudicadas pelas chuvas, com a execução dos serviços de tapa-buraco. Essa atividade também foi executada em todas as linhas de acesso do transporte coletivo. Várias localidades também estão sendo atendidas com os serviços emergenciais, como terraplanagem e encascalhamento”, explicou Luiz Celso. 

Quanto a novas demandas, que são muitas, principalmente em tempo de chuvas, já que Várzea Grande é uma cidade que cresceu horizontalmente e que são encaminhadas a Ouvidoria Cidadã, pela população, através do 0800-647-4142, o secretário esclareceu que: “A partir do recebimento do relatório nossa equipe de trabalho realiza o cronograma para execução desses reparos e atendimento das reclamações de acordo com a prioridade e emergência”, disse o secretário de Obras.

Transporte