Transporte

Orquestra da UFMT apresenta espetáculo ‘Trilhas de Cinema’

Fonte: Hipernotícias
0
Views:
2

As ordens do  Capitão Jack Sparrow são claras: não deixar ninguém de fora do espetáculo “Trilhas de Cinema”, da Orquestra Sinfônica da Universidade Federal de Mato Grosso, sob a regência do maestro Fabricio Carvalho. O concerto inspirado na sétima arte ganha sessão extra na sexta-feira,  dia 29 de julho, às 21h45, no Teatro Universitário. “Os ingressos para as sessões das 20 horas dos dias 28 e 29 de julho estão esgotados, e atendendo ao público e aos nossos personagens, vamos realizar mais uma sessão na noite de sexta-feira”, comemora o maestro, acrescentando que a iniciativa de sessão extra é inédita para a OSUFMT, embora os espetáculos tenham habitualmente casa lotada.

Para o maestro, a rápida resposta do público ao garantir o ingresso do espetáculo reafirma a importância da vivência cultural na contemporaneidade. “Em tempos de imediatismo, das relações virtuais, do excesso de afazeres, dedicar um tempo para as artes, em que a conexão é intensa e te faz voltar para si mesmo,  é essencial para o resgate de suas próprias particularidades, da humanidade”, observa Fabricio.

E é nesse universo incrível do cinema que a Orquestra conduzirá a plateia nesta semana, perambulando por um repertório de canções de filmes clássicos e também de sucessos atuais. Além da música, executada cuidadosamente pelos instrumentistas da Sinfônica, o espetáculo traz o audiovisual e as artes cênicas para o teatro, numa espécie de experiência 4D, marcada pela intensidade das emoções.  “A Orquestra executa  as peças aliada a projeção de trechos de filmes relacionados e a intervenção cênica do grupo Tibanaré, numa junção de artes”, destaca Fabricio. Vale destacar que os ingressos da sessão extra já estão à venda na Casa de Festas, no site ingressosmt.com e na  bilheteria do teatro, das 14 às 18h.

No repertório,  canções de um dos maiores compositores do cinema atual: John Williams, veterano que tem o título de pessoa mais indicada ao Oscar ( são mais de 40 vezes). Dono de cinco estatuetas do Oscar e responsável por algumas das trilhas sonoras mais icônicas da história do cinema, o maestro John Williams traz  composições marcadas por arranjos grandiosos repletos de instrumentos de cordas e metais.

A versatilidade do maestro  John Williams será apresentada pela Orquestra da UFMT no concerto em quatro canções: “Jurassic Park”;  “E.T. – Extraterrestre” e “A Lista de Schindler”, com solo do spalla da OSUFMT, o violinista Yllen Almeida. Do compositor Howard Shore, a canção de   “O Senhor dos Anéis” recebe a interpretação da Sinfônica, evidenciando o espírito de fantasia e aventura épica de Peter Jackson. Já “Poderoso Chefão”, do compositor  Nino Rota, se tornou um clássico.

Mais moderna, com uma linguagem contemporânea, “Piratas do Caribe”, assinada por  Klaws Badelt, tem solo protagonizado pelo spalla Yllen Almeida, que  executa também das mais belas canções da sétima arte: “Cinema Paradiso”, do compositor e músico italiano, Ennio Morricone. Com mais de 450 trilhas sonoras de filmes, o compositor italiano é um dos maiores do seu tempo. Foram seis indicações ao Oscar ao longo da carreira, entre elas, da trilha de “A Missão”, cujo contexto une os cenários da Amazônia com a sua música.  Roland Joffé fez um belo filme, com grande atuação de Robert De Niro. “A trilha de A Missão  é épica e inesquecível e está no nosso repertório.  A música terá solo da oboísta Jizele André.

A épica canção “My Heart will go on”, do filme Titanic, que ficou imortalizada na voz de Celine Dion ganha a interpretação da Sinfônica da UFMT.  A trilha de James Horner comprova sua carreira de sucesso. Ainda do maestro Horner, a OSUFMT executa a canção de “Coração Valente” e de “Lendas da Paixão”. E para dar mais musicalidade ao amor, não poderia faltar “E o Vento Levou”, de  Max Steiner, autor de trabalhos memoráveis como King Kong, Casablanca, Rastros de Ódio.

O cantor Ones Miguel faz participação especial no espetáculo interpretando duas canções: “I Don´t Wanna Miss a Thing”, composição de Diane Warren para o filme Armagedon, sucesso pela sonoridade do Aerosmith; e “Can you Feel The Love Tonight”, de Elton John e Tim Rice para “O Rei Leão”. A voz feminina de Tayane Rodrigues apresenta  “A Thousand Years”, de Christina Perri , música de Crepúsculo, mostrando a versatilidade da Orquestra em se apropriar de clássicos e hits de sucesso. O menu de canções conta ainda com “Also Sprach Zarathustra”, poema sinfônico de Richard Strauss, que conduz as emoções em  “2001- Uma Odisséia no Espaço”.

E como senão bastasse o repertório recheado de preciosidades da arte cinematográfica, o espetáculo recebe o reforço do grupo Tibanaré, cuja proposta de interação com a plateia conduz o trabalho da trupe ao longo de uma década, surpreendendo e poetizando a cena, especialmente as ruas, já que o teatro de rua é uma das fortes referências da companhia.

Para o diretor do Tibanaré, Jefferson Jarcem, a orquestra compartilha da vocação do grupo em se aproximar do público, trocando percepções. “São 15 pessoas do Tibanaré dedicadas em apresentar algo comovente, empolgante, onde 11 atores em cena utilizam figurinos elaborados, maquiagem cênica, remetendo ao filme relacionado. Um projeto que certamente dará outros frutos”, comenta Jefferson.

O concerto  integra a Temporada 2016, uma realização da UFMT, por meio da PROCEV – Pró-reitoria de Cultura, Extensão e Vivência, e apoio do Varadero.

 Serviço:

O QUÊ: Espetáculo Trilhas de Cinema, da OSUFMT, sob e regência de Fabricio Carvalho

QUANDO: 28 e 29 de julho de 2016

HORÁRIO: 20 horas e sessão extra no dia 29/07, às 21h45

ONDE: Teatro da UFMT – Cuiabá

Transporte