Infra
Bic Banner

Parque das Águas em MT deve ser inaugurado sem a atração principal

Fonte: G1 MT
0
Views:
5

O Parque das Águas, no entorno da lagoa Paiaguás, em Cuiabá, projetado para oferecer atividades noturnas, deve ser inaugurado na sexta-feira (30) sem que a atração principal do espaço possa ser vista pela população: o "show das águas". A fonte ainda está em fase de montagem e deverá oferecer o espetáculo aos visitantes em meados de janeiro.

O parque começou a ser feito em setembro de 2015 e foi licitada por R$ 9 milhões, mas a prefeitura da capital calcula que foram gastos, no total, R$ 14 milhões, com recursos do Executivo municipal.

As informações são do secretário de Serviços Urbanos de Cuiabá, José Roberto Stopa.

O parque deverá ter uma área de lazer de 270 mil m², com 1,5 mil metros de pista de corrida e caminhada, 1,6 mil metros de ciclovia, dois restaurantes, um food park, duas academias ao ar livre, parques infantis e dois estacionamentos com capacidade para 600 veículos.

A diferença do parque para os outros, como o nome já diz, será em relação às atrações com água. No total, a prefeitura gastou US$ 970 mil dólares em equipamentos chineses para isso: haverá jatos d'água no portal da entrada, túnel de água, splash zone (com água saindo do chão de forma aleatória) e o show das águas.

O food park deve começar a funcionar em janeiro, enquanto os dois restaurantes, em abril.

Parque das Águas em Cuiabá (Foto: Divulgação/Prefeitura de Cuiabá)Projeto do Parque das Águas, em Cuiabá. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Cuiabá)

Show das Águas
A atração será feita com jatos d'água de até 70 metros de altura, no centro da lagoa Paiaguás. Os jatos serão iluminados por luzes coloridas e vão se mexer de acordo com o ritmo das três músicas que compõem cada apresentação. No total, a programação tem 20 músicas diferentes, cada uma com uma 'coreografia'. A previsão é que haja dois shows por noite, diariamente, às 20h e às 21h30.

A prefeitura de Cuiabá disse que o show das águas não estará em funcionamento no dia 30 por causa de um atraso na liberação dos equipamentos, comprados na China, no Porto de Santos, devido a uma greve de auditores da receita federal.

Como foram comprados no mesmo lote, os outros equipamentos também tiveram problemas na liberação, mas por terem estrutura menos complexa, deverão ficar prontos a tempo da inauguração.

Infra
Bic Banner